ATENÇÃO PARA SPOILERS DA SÉRIE ABAIXO!

Por Débora Fonseca

O quarto episódio da oitava temporada de The Walking Dead, intitulado “Some Guy”, acompanhou a queda de Rei Ezekiel (Khary Payton) e sua falsa realeza. Diferente dos episódios anteriores, neste o desenrolar da história foi voltado em sua grande parte para apenas um núcleo: Ezekiel, Carol (Melissa McBride) e os soldados do Reino que os acompanhava.


Após ter todos os seus companheiros massacrados brutal e covardemente pelos Salvadores, Ezekiel percebeu que todo seu otimismo e discursos dotados de grande confiança e persuasão direcionados ao seu povo, não valeram de grande coisa. Diante de sua situação, dessa vez, o Rei não pôde sorrir.

Do lado de dentro do posto dos Salvadores aonde seu grupo se encontrava, Carol conduzia com bastante destreza e concentração sua missão de encontrar as armas que seus inimigos – um grupo menor de membros dos Salvadores, que também estava dentro do posto – também procuravam.

Como nos velhos tempos, Carol surpreendeu o público com sua inteligência, ao liquidar os soldados de Negan enquanto estava sob o teto da sala onde eles se situavam. Mesmo depois de um plano bem executado, Carol saiu do posto sem as armas, mas não esperava que Rick (Andrew Lincoln) e Daryl (Norman Reedus) já estivessem apostos para impedir que os Salvadores levassem o armamento até o próximo posto. Com maestria – e alguns incidentes no caminho, também -, os dois conseguiram completar a missão com sucesso.

Ainda sobre a queda do Rei, um interessante paralelo foi criado neste episódio. Ezekiel perdeu praticamente todos os seus soldados com a exceção de Jerry, seu braço direito, que lutava bravamente ao lado do líder contra os zumbis. Durante o momento, Carol avista os dois do lado de fora lutando para sobreviver e tem um flashback, aonde Ezekiel conta para ela sobre sua decisão de salvar Shiva no Zoológico, quando a tigresa estava em apuros.

O Rei conta que pensou em abandoná-la, pois ela provavelmente morreria, mas desistiu da ideia e resolveu salvá-la, e essa foi sua melhor decisão. Logo depois disso, Carol desiste de matar os Salvadores com quem trocava tiros, e decide salvar seus companheiros de guerra. É clara a inspiração que o discurso do Rei causa nos sobreviventes e a forma como isso move as ligações emocionais entre os membros envolvidos na guerra.

Os momentos finais do episódio contaram com a morte de Shiva, a tigresa, de uma maneira agridoce: triste, porém heroica. Num ato de desespero, enquanto era levado por Jerry e Carol de volta para o Reino, Ezekiel pede aos dois que o deixem para trás. Logo após a decisão, a aparição triunfal de Shiva choca os três personagens e dá a eles o tempo necessário para tirar o Rei da zona de perigo.

Mas apesar de inspirador, o heroísmo da tigresa não a permite escapar da morte ela é devorada pelos mortos-vivos completando assim, a queda do Rei Ezekiel e a destruição de toda uma realidade de vida não somente dele, mas de todo o povo que seguia seus passos e acreditava em seu otimismo.

Personagem morto no último episódio pode voltar como zumbi radioativo

PUBLICIDADE