Morena Baccarin ao lado de Ryan Reynolds no set de DeadPool 2.

Principal nome feminino brasileiro em atividade nos Estados Unidos, a atriz Morena Baccarin está de passagem pelo Brasil e fez algumas declarações que podem soar surpreendentes para os fãs de cinema. Participando de um evento para divulgar Deadpool 2, no Museu de Imagem e Som em São Paulo, a atriz afirmou que gostaria de um papel na franquia James Bond.

“Gostaria de fazer 007. James Bond, mas no Rio de Janeiro. Na verdade, queria ser Jane Bond, a versão feminina” explicou a atriz.

Vale lembrar que a atriz é uma das raras artistas em Hollywood que transita entre o universo Marvel e entre o universo DC, já que a brasileira também atua na série Gotham que explora os personagens que orbitam ao redor do super-herói Batman. Baccarin também surpreendeu no evento ao dar uma declaração sobre um determinado personagem do universo de Gothan City. Perguntada sobre qual heroína ela gostaria de interpretar na carreira, a atriz disparou sem titubear:

“Já que estou dentro das duas famílias [Marvel e DC Comics], eu adoraria interpretar uma vilã, a Mulher-Gato”, revelou a atriz.

A atriz comentou também a troca de diretores entre o primeiro e o segundo filme da franquia Deadpool já que Tim Miller passou o bastão para David Leitch na direção dos filmes.

“Amei trabalhar com os dois. O David também fez um bom trabalho. Ele estava trabalhando mais na área técnica, mas também dava umas dicas que ajudavam emocionalmente nos personagens. Ele sabia dirigir você como ator e como parte do filme”, contou.
Sobre o relacionamento de Vanessa (sua personagem) e Wade Wilson, o Deadpool, a atriz explicou que no segundo filme este é um dos focos da trama.

“Acho que o sonho dos dois é casar e ter filhos, do jeito deles. Eles são loucos, e se amam de verdade. E o início da relação deles nesse filme é eles querendo levar o relacionamento para a próxima etapa, acho que no sonho dela eles vão ter 50 filhos e se amar para sempre, e ele continua matando pessoas”, explicou a atriz.

A artista também comentou a amizade com Ryan Reynolds, intérprete do protagonista:
“Acho que a única coisa que impede a gente de se ver mais é o trabalho, as crianças e tudo o que acontece na vida. Mas ele é muito querido, muito legal. Ele estuda bastante, está sempre tentando arranjar um jeito de fazer uma cena melhor ou ter mais piadas. Ele está sempre ativo, o cérebro dele está sempre funcionando. Você relaxa, porque sabe que está em boas mãos”.

A atriz que é esposa do ator Ben McKenzie e mãe de dois filhos chegou a ser questionada sobre sua vontade de fazer um filme de ação.

“Eu gostaria, mas estou tão cansada. Tenho que criar aquele poder especial de não ficar cansada. Acho que chama cocaína, né?” disse num humor cáustico bastante conhecido pelos fãs do anti-herói. Deadpool 2 estreia no próximo dia 17 de maio.