Por Élcio Pinheiro

Fazer rir é para quem entende do assunto. Por isso, não é de se estranhar que Tom Cavalcante já tenha se saído bem logo de cara com seu novo humorístico no Multishow, Dra. Darci.

A sitcom, que estreou na noite desta segunda-feira (18) e terá episódios semanais, acompanha as peripécias de Darci (Cavalcante), pai de família e psicólogo desempregado que vê na oportunidade de atuar como consultor de psicanálise em um programa de rádio o meio perfeito para sair do sufoco. Quando, porém, a produção do programa o confunde com uma mulher logo em seu primeiro dia no ar, Darci decide se aproveitar do mal-entendido para criar uma personagem feminina que aconselha os ouvintes e acaba fazendo ainda mais sucesso do que o esperado.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Esta premissa interessante e criativa foi bem desenvolvida no episódio de estreia de Dra. Darci, com boas sacadas e diálogos espirituosos, que retratam com leveza e bom humor situações ora banais, ora ásperas do cotidiano profissional e familiar de um homem comum, às voltas com a busca por uma boa posição no mercado de trabalho e as inevitáveis obrigações domésticas.

O tipo de humor, cada vez mais raro no panorama atual, foge ao óbvio e consegue oferecer à audiência algum sabor de surpresa e ineditismo. Tal mérito também se deve à direção de Márcio Trigo, que navega com segurança por águas já bastante conhecidas da dramaturgia do canal fechado.

Destaque para o momento em que Darci, impossibilitado de dar à filha caçula, Julinha (Manuela Haidar, egressa do reality Humoristinhas, do mesmo canal), o laptop que ela desejava, presenteia-a com um ultrapassado radinho a pilha e antena que, no fim das contas, acaba causando rebuliço entre ela e os irmãos adolescentes – Fernanda Concon e Gustavo Daneluz, duas gratas surpresas.

Quem roubou a cena mesmo, porém, foi a talentosíssima Fabiana Karla, completamente à vontade no papel de Cíntia, esposa do protagonista. Nomes como Marcelo Marrom, Adriana Nunes e Roberto Guilherme vão pelo mesmo caminho, com exceção talvez de Juliana Guimarães, a qual abusa um pouco das caras e bocas na pele de uma vizinha fofoqueira.

A cada novo episódio de Dra. Darci, uma celebridade aparece vivendo a si mesma para se consultar com a personagem-título. Neste capítulo de estreia, tratou-se do cantor Zezé di Camargo, ums escolha não muito feliz. O cantor sertanejo até não se via muito embaraçado na função de intérprete (de si mesmo), mas não demonstrou “química” com a proposta do quadro e deixou no ar aquela sensação de ter rendido aquém. Pode-se dizer, inclusive, que foi o momento menos inspirado de um programa tão bom. Uma pena, mas nada que comprometa seriamente o resultado final – até porque estamos falando apenas do início.

A esperança que fica é que Tom Calvancante e cia nos reservem boas surpresas pela frente com a Dra. Darci.

Elenco de Dra. Darci

Deixe o seu comentário