Game of Thrones chegou na metade de sua oitava e última temporada e, para muitos fãs, a história tem decaído graças a alguns romances que estão sendo desenvolvidos.

Os dois primeiros episódios não tiveram muita ação, focando mais nos diálogos entre os personagens e no desenvolvimento das tramas políticas.

Em um artigo feito pelo ScreenRant, o desenvolvimento dos romances e a importância deles em Game of Thrones são questionados. Confira a seguir:


O relacionamento incestuoso de Jon e Dany

O relacionamento incestuoso de Jon (Kit Harington) e Daenerys (Emilia Clarke) vem se tornando um problema para os fãs. Incesto é um tema recorrente em Game of Thrones, mas é um assunto que sempre foi abordado (e deveria) de forma negativa. Os irmãos Cersei e Jaime são um exemplo de casal extremamente negativo, eles não são feitos para ter a torcida dos fãs.

O problema é que Jon e Daenerys deveriam ser amados pelos fãs e isso não tem acontecido com facilidade. O casal parece não emplacar e o fator incesto (ela é tia dele) torna tudo ainda mais estranho.

Além disso, o possível conflito dos dois pelo Trono de Ferro tende a colocar o casal ainda mais em cheque.

Arya e Gendry foi forçado

Outro relacionamento desenvolvido nos dois primeiros episódios foi o de Arya (Maisie Williams) e Gendry (Joe Dempsie). Apesar de ser um desejo antigo de alguns fãs (agora um Stark e uma Baratheon estão finalmente juntos) outros ficaram incomodados com o novo casal de Game of Thrones.

O argumento é de que além de mal desenvolvido, a imagem de Arya como uma criança ainda é muito forte na cabeça da audiência, o que torna a ideia de um romance muito desconfortável.

Romances não eram um problema em Game of Thrones anteriormente

Em outras temporadas de Game of Thrones, romances nunca foram problema. As tensões e relações amorosas desenvolvidas com mais tempo são satisfatórias e fazem sentido dentro do roteiro. Bons exemplos são Brienne e Jaime e Sam e Gilly, que foram relacionamentos em que audiência acompanhou todo o processo. Mesmo que Brienne e Jaime ainda não sejam um casal, sua relação é muito mais crível do que a de muitos casais na série.

Por fim, é necessário que Game of Thrones deixe os romances de lado por um tempo e foque no que realmente interessa: a batalha contra o Rei da Noite e a briga pelo Trono de Ferro.