Atenção! Contém spoilers da quarta temporada de Lucifer.

A Netflix conseguiu dar para a quarta temporada de Lucifer um dos desfechos mais emocionantes da história da série.

No episódio final, demônios rebeldes chegam a Los Angeles, prontos para desafiar Lucifer e fazer do bebê de Linda e Amenadiel o novo Rei do Inferno. Percebendo que o mundo inferior precisa de um governante, Morningstar decide se sacrificar e deixar para trás os amigos que tanto ama, retornando ao inferno.


John Constantine

Com a reviravolta no final da quarta temporada, os roteiristas tem a oportunidade de trazer outro personagem querido das HQs para a TV: John Constantine.

O Rei do Inferno vai precisar de um ocultista talentoso para manter os demônios presos, e ninguém melhor para ajudá-lo que o mestre das artes obscuras.

O Constantine de Alan Moore e o Lucifer de Neil Gaiman já se conheceram nas HQs. O encontro acontece em Lucifer #5, e Constantine aparece tomando um drink no clube do Diabo. Além disso, Morningstar fez uma aparição em Hellblazer #192, do quadrinista Mike Carey.

No filme Constantine, lançado em 2005, o demônio também aparece, interpretado por Peter Stormare.

Durante as quatro temporadas de Lucifer, o personagem de Tom Ellis interagiu com anjos, demônios e criaturas sobrenaturais, mais ainda não encontrou nenhum feiticeiro o caçador de demônios. A próxima temporada da série pode explorar esse enredo, trazendo mais magia para as investigações da LAPD.

Com um caçador de demônios ao seu lado, Lucifer poderia retornar para Los Angeles e se reencontrar com Chloe, sem deixar a terra à mercê dos demônios.

Caso apareça em Lucifer, Constantine deve desempenhar um papel semelhante ao do Justiceiro da segunda temporada de Demolidor, como um aliado de opiniões bem diferentes.

Similaridades

Lucifer e Constantine têm muito em comum. Os dois gostam de uma boa bebida, são inteligentes, sarcásticos e basicamente anti-heróis.

Com os dois são basicamente reflexos um do outro, uma parceria seria ao mesmo tempo perfeita e catastrófica. Como eles tem grandes similaridades, fãs podem esperar discussões acaloradas e muitas brigas, o que já foi comprovado pelo relacionamento de Lucifer com Caim e Eva.

Caso os dois esquentados não consigam trabalhar juntos, Céu, Inferno e Terra ficarão em perigo. Ao mesmo tempo, as grandes consequências podem providenciar ao público uma ótima parceria, com química e poder.

Introduzir John Constantine para a continuidade Netflix-Warner Bros não apenas criaria tensão excelente, mas ajudaria a expandir a mitologia desse universo compartilhado, potencialmente habitado por personagens de várias HQs da DC.

Constantine seria apenas o começo de um time de personagem que pode incluir Zatanna, Monstro do Pântano e outros heróis e vilões mágicos e encantadores.

Além disso, caso Matt Ryan seja escolhido para reprisar o papel de Constantine, interpretado por ele na série solo e em Legends of Tomorrow, a chegada do exorcista pode ser o link que faltava para ligar Lucifer ao Arrowverso.

As possibilidades são maravilhosas e infinitas.

As quatro temporadas de Lucifer estão disponíveis na Netflix.