A franquia X-Men é uma das mais importantes do gênero de super-heróis nos cinemas, e definitivamente merecia um encerramento importante. Deveria ter sidotão importante quanto Vingadores: Ultimato foi para os primeiros 11 anos da Marvel Studios, mas o que tivemos no lugar foi X-Men: Fênix Negra.

O fraquíssimo filme de Simon Kinberg é facilmente o pior exemplar de toda a franquia mutante da Fox, e fica ainda pior quando consideramos que este é o encerramento antes dos personagens irem parar no MCU da Disney. O buraco é ainda mais embaixo quando temos ciência de que o final de verdade poderia ter sido bem melhor com Logan.

Lançado em 2017, Logan foi a despedida de Hugh Jackman para o personagem de Wolverine, resultando na obra mais elogiada e premiada da franquia X-Men, e até rendendo uma indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. É um filme mais dramático e que celebra a franquia de forma muito mais digna do que X-Men: Fênix Negra, mesmo sendo um drama centrado apenas no Wolverine – e que não traga nenhum outro personagem original da franquia, além do Charles Xavier de Patrick Stewart.


É também o filme que encerra da forma mais ousada que uma franquia pode sonhar: matando o carismático protagonista de toda a saga, algo que Vingadores: Ultimato também fez com Tony Stark. Logan trouxe uma performance magistral de Hugh Jackman, além do arco de despedida mais emocionante e caprichado possível para o Wolverine, e realmente nada dentro daquele universo seria capaz de superar a melancólica imagem da cruz em forma de X, que perfeitamente simbolizava o fim dos X-Men nos cinemas. Para X-Men: Fênix Negra vir do jeito que veio, sem qualquer peso ou real senso de resolução, é praticamente um desserviço e uma “estadia forçada”, e não duvido que Logan tenha se revirado forte no túmulo.

X-Men: Fênix Negra gira em torno de um dos personagens mais amados dos X-Men, Jean Grey, enquanto ela evolui para a icônica Fênix Negra. Durante uma missão de resgate no espaço com risco de vida, Jean é atingida por uma força cósmica que a transforma em um dos mais poderosos mutantes. Lutando com esse poder cada vez mais instável, e também com seus próprios demônios, Jean fica fora de controle, dividindo a família X-Men e ameaçando destruir a própria estrutura do nosso planeta.

O elenco de X-Men: Fênix Negra conta com os retornos de Sophie Turner, James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan, Evan Peters e Kodi Smit-McPhee. Jessica Chastain vive a vilã do filme.

X-Men: Fênix Negra está em exibição nos cinemas.