Vingadores: Ultimato poderia ter sido mais satisfatório se a cena mais mística e crucial de Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) não tivesse sido removida.

A morte do Homem de Ferro foi, sem dúvida, um dos momentos mais poderosos de Vingadores: Ultimato. Foi muito apropriado que o personagem que efetivamente iniciou o MCU tenha se sacrificado para que esse mundo continuasse existindo. No entanto, o fim de Tony Stark teria sido ainda mais comovente se uma certa cena não tivesse sido cortada.

Homem de Ferro encontraria Morgan Stark no Mundo das Almas

Em uma entrevista recente, os diretores de Vingadores: Ultimato, Anthony e Joe Russo, revelaram que, assim como Thanos, o Homem de Ferro teria sido transportado para o Mundo das Almas após estalar os dedos. Stark teria encontrado sua filha lá, mas de um jeito diferente.


Em vez de aparecer como uma menina de cinco anos de idade, Morgan teria sido interpretada pela atriz Katherine Langford, de 23 anos. Este encontro metafísico foi gravado, mas os diretores decidiram cortá-lo, já que deixou as pessoas muito confusas em uma exibição-teste.

Vingadores: Ultimato fez justiça à morte do Homem de Ferro de jeito diferente

Logo depois de estalar os dedos e matar Thanos e sua turma, o Homem de Ferro sucumbe ao poder da Manopla do Infinito enquanto seus amigos e entes queridos o observam. Peter Parker (Tom Holland), Pepper (Gwyneth Paltrow) e seus companheiros retornam para um funeral logo depois, por meio do qual Tony faz uma despedida através de um holograma pré-gravado.

É difícil dizer se essa cena foi criada para substituir a sequência do Mundo das Almas ou se sempre fez parte do plano. Mas é muito provável que tenha sido adicionada mais tarde, já que Tony fala principalmente com Morgan em seu discurso e garante a ela que ele a ama.

Desperdiçaram uma dinâmica entre Homem de Ferro e Thanos

Talvez nunca saibamos quais são as especificidades da cena do Mundo das Almas em Vingadores: Ultimato, mas é lógico que, como as trágicas mortes de Gamora e Viúva Negra, o longa teria espelhado o que Vingadores: Guerra Infinita estabeleceu. Os irmãos Russo confirmaram que a futura Morgan teria discutido o sacrifício de Tony.

Uma conversa como essa poderia ter lançado uma luz muito necessária sobre os enredos mais nebulosos e subdesenvolvidos da saga. Mas, mais importante, teria ressaltado a dinâmica de personagens mais poderosa da história: as semelhanças entre Homem de Ferro e Thanos.