O anúncio da Fase 4 da Marvel Studios durante seu aguardado painel na San Diego Comic-Con no último sábado (20) foi bombástico e cheio de novidades. Porém, entre os diversos filmes para o cinema e séries destinadas ao streaming do Disney+ que comporão a narrativa do MCU, os fãs notaram na ausência de um fator que sempre apareceu nos cronogramas anteriores: um filme dos Vingadores, que geralmente vinha para encerrar uma fase e ditar os rumos do futuro.

Isso aconteceu com o primeiro Vingadores e Era de Ultron, enquanto a Fase 3 contou com nada menos do que dois filmes dos Maiores Heróis da Terra – e até três se considerarmos que Capitão América: Guerra Civil é praticamente um filme dos Vingadores. Logo, fica a questão: o que a Marvel está preparando para seu próximo grande crossover? Afinal, os títulos da Fase 4 são filmes de heróis individuais – com apenas Os Eternos sendo um grupo e a Feiticeira Escarlate aparecendo em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Mas nada de crossover.

E faz sentido por diversos motivos. Como mencionamos lá em cima, a Fase 3 teve uma grande parcela de crossovers, e dois filmes dos Vingadores em dois anos devem servir para preencher esse espaço. A ausência dos Maiores Heróis da Terra permite que o MCU possa explorar e desenvolver melhor alguns de seus coadjuvantes e também apresentar novos heróis que ajudem a manter a narrativa sempre expansiva de Kevin Feige viva e renovada. A forma como isso pode se desenvolver no Disney+ também é interessante, e oferece possibilidades narrativas com multimídia inéditas, e que foram abordadas apenas tangencialmente.


New Kids on the Block

Os filmes individuais anunciados foram Viúva Negra (que não conta para o avanço da trama, sendo um prelúdio), Shang-Chi e a Lenda dos Dez anéis, Doutor Estranho no Multiverso da Loucura e Thor: Amor e Trovão, ao passo em que as séries trazem histórias focadas na Feiticeira Escarlate, Visão, Loki, Gavião Arqueiro, Falcão e Soldado Invernal. Cada uma delas leva o MCU para um caminho diferente, mantendo histórias de ação mais “pé no chão” com os dois discípulos do Capitão América, ao passo em que também mergulha mais fundo em uma dimensão cósmica. com os novos filmes de Doutor Estranho, Thor e também Os Eternos, que é o único “filme de equipe” apresentado no cronograma da Fase 4. E os heróis divinos certamente serão importantes na mesma medida em que os Guardiões da Galáxia foram durante sua apresentação na Fase 2. O filme de Chloé Zhao pode abrir todo um novo segmento do MCU.

Estamos particularmente empolgados para o desenvolvimento do Doutor Estranho. O personagem de Benedict Cumberbatch teve uma boa origem em seu filme solo, mas ainda sofria com as comparações com Tony Stark. Se transformou em um líder nato e infalível nos dois filmes dos Vingadores, e agora o ator e o diretor Scott Derrickson prometem “destruí-lo” um pouco, e isso deve garantir um amadurecimento eficiente. Não é só de piadinhas e carisma que se constrói um bom personagem, e No Multiverso da Loucura é uma das possibilidades mais fantásticas do MCU em anos – que também aproveitará a Feiticeira Escarlate, outra personagem que desesperdamente precisa de desenvolvimento, com WandaVision prometendo cuidar dessa parte.

Isso porque o painel da San Diego Comic-Con nem trouxe novidades sobre Pantera Negra e Capitã Marvel. Esses dois heróis prometem ser grandes figuras na próxima formação dos Vingadores, e seus filmes foram sucessos de bilheteria arrasadores – com a história do Rei de Wakanda até garantindo uma indicação ao Oscar de Melhor Filme. T’Challa e Carol Danvers também terão mais crescimento em suas novas aventuras individuais, ao passo em que o MCU também precisa preparar a o terreno para a chegada do Quarteto Fantástico e dos incontáveis mutantes que compõem o universo dos X-Men.

No fim, acho que é ótimo que a Marvel não tenha um filme dos Vingadores em sua Fase 4. Ainda que sempre divertidos e empolgantes, precisam de desenvolvimento de seus personagens para serem eficientes, e os atuais “herdeiros” da nova geração ainda precisam de muita carpintaria dramática. Mas eles chegarão lá, prometendo uma fase ainda melhor de grandes heróis da Marvel.