Em um dia que contou com novos trailers e materiais de It: Capítulo 2, Top Gun: Maverick e O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, a Universal Pictures não quis ficar de fora da festa das prévias e trouxe o primeiro olhar à adaptação de Tom Hooper para o clássico musical da Broadway, Cats. O resultado? Estamos completamente apavorados.

Ainda não estava claro como o filme de Hooper, que dirigiu O Discurso do Rei e Os Miseráveis, iria dar vida ao musical de Andrew Lloyd Webber, que traz gatos como protagonistas. Nas versões produzidas para os palcos, o elenco sempre apareceu vestido de trajes elaborados e uma maquiagem que visava recriar diferentes raças dos felinos. Como Hollywood está na era digital, todos os personagens da nova versão têm captura de performance e efeitos visuais para dar vida aos gatos, e eu honestamente só consigo pensar em como o Gênio de Will Smith parecia estranho durante os primeiros trailers do remake live-action de Aladdin.

É aquele efeito bizarro onde a cabeça do ator parece estar descolada do corpo, onde o efeito live-action dos intérpretes não parece estar em sincronia com a criação digital. Certamente não é um trabalho que justifica o CGI, deixando bem claro que uma maquiagem bem aplicada poderia muito bem trazer um resultado menos… Apavorante, e que certamente traria um interesse maior.


Memórias de um número

No trailer, claro que temos a rendição de Jennifer Hudson para a famosa “Memory”, uma das canções mais icônicas da obra de Webber. Vemos as versões felinas de Taylor Swift, Idris Elba, Judi Dench, Ian McKellen, Rebel Wilson, James Corden e a estreante Francesca Hayward – que interpreta a protagonista Victoria. Pelas redes sociais, só se fala em como o resultado está assustador, com alguns até dizendo que o trailer de Cats consegue ser mais assustador do que o novo de It: Capítulo 2, trazendo uma reação que sinceramente já era esperada: ver os rostos felinos digitais com as lentes grande angular de Hooper realmente não é uma combinação saudável para a mente humana.

Outro detalhe importante no vídeo é notar a perspectiva diferente. Todos os objetos são maiores para forçar a escala e a interação do elenco, de forma a diminuir o tamanho dos atores e atrizes durante as filmagens. É uma decisão que parece bem inspirada pelo teatro, e que cinematograficamente não é tão habitual. Esse aspecto visual pode se mostrar mais interessante, e também reconhecemos que a fotografia e as cores parecem bem mais estimulantes do que o trabalho que Hooper costuma fazer, geralmente mais sujo, granulado e rodado em película.

Não dá pra saber agora como será o resultado final do filme de Tom Hooper, afinal, a pós-produção ainda está em andamento e os efeitos visuais devem garantir uma renderização mais convincente até sua estreia em dezembro. Quando Aladdin sofreu a mesma resposta negativa online, a Disney fez um resultado melhor na versão final de Guy Ritchie.

Vamos torcer para que melhore. De alguma forma?

O elenco do musical é composto ainda por Ian McKellen, Idris Elba, Jennifer Hudson, Judi Dench, Rebel Wilson, Jason Derulo e James Corden.

A essência do musical, criado em 1981 por Andrew Lloyd Webber, são os poemas de T. S. Eliot. Na trama, um grupo de gatos se reúne uma vez por ano para que o líder decida qual merece ir a um lugar melhor. A direção é de Tom Hopper, de Os Miseráveis e O Discurso do Rei.

Cats tem estreia marcada para 20 de dezembro.