Com o fim de Arrow se aproximando, o Arrowverso definitivamente precisa de um novo sopro de vida. Batwoman é exatamente o que o mundo da DC na TV precisa para se revitalizar.

Muitos fãs acreditam que o Arrowverso deveria contar com a presença do Batman. Um artigo do site ComicBook.com explicou porque a versão feminina do Cavaleiro das Trevas é uma escolha melhor, confira abaixo!

Uma história já contada

Batman é um personagem extremamente icônico, um dos herói mais importantes e conhecidos das HQs. Por isso mesmo, sua história já foi contada inúmeras vezes.


No cinemas, em séries animadas, e mais recentemente na série Gotham, Bruce Wayne já foi representado de diversas maneiras diferentes. Dessa forma, é quase impossível para o Arrowverso apresentar uma perspectiva diferente sobre o personagem.

O Batman do Arrowverso

A história do Batman já foi contada até no próprio Arrowverso, só que com outro herói: o Arqueiro Verde.

Assim como Bruce Wayne, Oliver Queen também é um milionário que usa um disfarce para enfrentar vilões.

É claro que certos aspectos dos personagens, especialmente suas histórias de origem e atitudes em relação aos vilões, são diferentes. Porém, é impossível negar que os personagens apresentam similaridades gritantes.

A campanha da CW

Recentemente, a CW lançou a campanha “Open for All”, que incentiva a inclusão, representatividade e diversidade em sua programação.

Dessa forma, Batwoman é uma heroína perfeita para se tornar o rosto desse esforço da emissora.

Batwoman pode ser um passo importante para a representação de heroínas na TV, além de também ser incluída na comunidade LGBTQ.

Novos personagens

A introdução de uma série da Batwoman também abre as portas para novos personagens interessantes das HQs finalmente aparecerem na TV.

Camrus Johnson já foi confirmado como Luke Fox na nova série da CW. Fãs das HQs sabem que Fox é a identidade secreta do herói Batwing.

Além disso, outros personagens como Bette Kane, Duke Thomas e Harper Row também podem aparecer.

Uma personagem interessante

Batwoman é uma personagem com uma história interessante, que pode ser perfeita para uma série solo.

Sua jornada começa após ela conseguir se livrar de um assaltante com as próprias mãos. Inspirada por um encontro com Batman, ela decide se tornar também uma vigilante mascarada.

Em um dos momentos mais tristes de sua trama, ela foi expulsa do exercício americano por ser lésbica.

O que esperar?

Uma prévia de Batwoman foi exibida para repórteres do The Hollywood Reporter.

Segundo um artigo publicado no site, Kate Kane já vai começar a série como uma heroína consolidada em Gotham, e assumidamente lésbica.

A série será ambientada completamente em Gotham, porém viagens para outros cenários conhecidos do Arrowverso não está fora das opções.

A trama de Batwoman vai começar logo após os eventos do crossover Elseworlds, porém a história de origem da heroína será contada por meio de flashbacks.

Em relação à possível aparição de Batman, um dos chefes da CW afirmou que por enquanto, não existem planos para a introdução do herói.

O artigo de The Hollywood Reporter também apresentou a vilã da série, que será interpretada por Rachel Skarsten. Alice é descrita como “o Coringa da Batwoman”.

Batwoman estreia na CW em 6 de outubro.