Os fãs da Marvel estão bem decepcionados com o relançamento de Vingadores: Ultimato. Com uma promessa de grandes surpresas, a nova versão do filme entregou um produto final aquém do esperado que incluía uma homenagem para Stan Lee, uma cena extra do Hulk e uma prévia de Homem-Aranha: Longe de Casa – novo filme do MCU.

Em um artigo a seguir, debatemos sobre o desnecessário relançamento de Vingadores: Ultimato.

Vingadores: Ultimato vs Avatar

O relançamento de Vingadores: Ultimato só existe para que o filme consiga ultrapassar Avatar, se tornando a maior bilheteria de todos os tempos. Esse objetivo por si só é bem bobo e mesquinho, principalmente quando consideramos o fato de que tanto o MCU quanto o universo de Avatar agora pertencem ao mesmo estúdio, a Disney.


Além disso, esse conceito de “maior bilheteria de todos os tempos” é bem relativo. Quando a inflação é um elemento considerado nesse tipo de levantamento, …E o Vento Levou (1939) acaba se sobressaindo como a maior bilheteria de todos os tempos com um lucro de US$ 3,8 bilhões, algo que tanto Avatar quanto Vingadores: Ultimato estão bem longe de alcançar.

O conteúdo extra não acrescentou em nada

A cena deletada que foi incluída no relançamento de Vingadores: Ultimato simplesmente não acrescenta nada ao filme. Nela, temos uma introdução alternativa ao Professor Hulk, que aparece resgatando civis de um prédio em chamas. Além de estar com os efeitos visuais inacabados, a cena não acrescenta nada para a história, ou seja, além de visualmente desastroso esse momento não melhora a trama de Vingadores: Ultimato em nenhum aspecto.

A Marvel poderia ter se saído melhor se tivesse incluído uma outra cena deletada de Vingadores: Ultimato no lugar desta. Os Irmãos Russo (diretores do filme) confirmaram que gravaram uma cena em que Tony Stark tem uma visão de sua filha Morgan – aqui interpretada por Katherine Langford de 13 Reasons Why – no futuro. Esse momento foi excluído do filme original, mas poderia ter sido adicionado no relançamento como um presente para os fãs, o que certamente teria agradado muito mais do que uma cena com um Hulk mal renderizado.

As cenas de Homem-Aranha 2 foram decepcionantes

Até mesmo a prévia de Homem-Aranha: Longe de Casa exibida no relançamento de Vingadores: Ultimato foi decepcionante. O vídeo exibido dura menos de um minuto e mostra Nick Fury e Maria Hill conhecendo o Mysterio. Infelizmente, a maioria dessas cenas já haviam sido incluídas no trailer do filme, o que só mostra como a Marvel teve preguiça de produzir novos conteúdos para o relançamento de Vingadores: Ultimato.

No fim das contas, fica a certeza de que a Marvel poderia – e pode – fazer melhor no futuro. Relançar um filme não é um problema em si, o problema surge quando essa nova versão serve apenas para objetivos comerciais, não trazendo nada de novo e criativo para os fãs. Esperamos que a revolta dos fãs com o relançamento de Vingadores: Ultimato sirva de lição.

Vingadores: Ultimato e Homem-Aranha: Longe de Casa seguem em exibição nos cinemas brasileiros.