Contém SPOILERS a seguir!

Entre os novos personagens da terceira temporada de Stranger Things, está Robin, vivida por Maya Hawke, filha dos atores Uma Thurman e Ethan Hawke.

A terceira temporada de Stranger Things trouxe muitas mudanças para a série. Os garotos e garotas que acompanhamos desde o início da série da Netflix não são mais crianças, já são adolescentes e o relacionamento entre eles mudou profundamente em razão disso e outros fatores também, claro, como a introdução de novos personagens.


Dentre esses novos personagens, há um destaque que desde cedo atraiu a atenção dos fãs, primeiro pela sua personalidade, depois por ela provar ser a primeira personagem explicitamente LGBT da série: Robin, vivida por Maya Thurman-Hawke, filha de Uma Thurman e Ethan Hawke.

Para quem não sabe, ou não se lembra, Robin é a colega de trabalho de Steve Harrington na sorveteria Scoops Ahoy, que constantemente tira sarro das tentativas do rapaz em conquistar as meninas de Hawkins. Aliás, as constantes brincadeiras de Robin com Steve em Stranger Things podem fazer alguns acharem que ela está interessada nele romanticamente – o próprio Dustin chega a dizer que ela seria um par perfeito para o rapaz, mas esse não é bem o caso, embora a série brinque com isso e o próprio espectador constantemente.

Uma amizade divertida

Aos poucos vemos Steve, Robin e Robin se aproximando, com os três descobrindo um código secreto russo, que é desvendado por Robin (com ajuda de Dustin). Eles infiltram uma base secreta subterrânea juntos e Robin, junto de Steve, são capturados.

Nesse ponto, injetam soro da verdade nos dois e Robin confessa ter sido obcecada por Steve quando eles eram mais jovens e de ter inveja que as garotas gostavam dele. Isso leva Steve, e a audiência, a pensar que ela era apaixonada por ele, claro.

Eventualmente eles conseguem escapar com a ajuda de Dustin e Erica, a irmã de Lucas. Já fora da base secreta, Steve admite que superou Nancy e que se apaixonou por Robin. Ela é pega de surpresa, enquanto ele diz que ela é diferente de todas que já conheceu. Nesse ponto, ela revela que admirava Steve não porque gostava dele, mas porque queria ser ele — ela gostava da garota que, por sua vez, gostava de Steve.

Steve fica surpreso, é claro, mas a série lida muito bem com essa situação, mostrando Robin bastante nervosa – especialmente considerando que seu amigo acabou de falar que gosta dela. Mas, por mais tenso que tenha sido o momento, Steve lida de forma bastante delicada, zoando Tammy (a garota quem Robin gostava), falando sobre sua voz. Em outros termos, ele diz que Robin merece alguém melhor que ela.

Isso não só mostra o quanto ele se importa com a amizade de Robin, como evidencia o amadurecimento de Steve, que enxerga o que realmente importa: apoiar sua amiga e não ficar abatido por ela não gostar dele.

Essa amizade, aliás, deve continuar sendo fortalecida na quarta temporada, ao passo que, após todo o conflito desse terceiro ano, vemos ela garantindo um emprego para os dois em uma videolocadora. Esperamos ver muitas mais cenas com Steve e Robin em Stranger Things!

Saiba mais sobre séries no Observatório de Séries. Por exemplo, você sabe quais são as 7 referências de Stranger Things 3? Além disso, conheça um easter egg que na verdade foi um erro da produção!