Dentre todas as atrações no painel da Marvel na San Diego Comic-Con, talvez a menos empolgante e menos antecipada tenha sido o filme solo da Viúva Negra. Já sabíamos que a produção havia começado há um bom tempo, e considerando que a heroína de Scarlett Johansson morreu em Vingadores: Ultimato, sua aventura solo só poderia ser um prelúdio – e, dessa forma, não avançaria as histórias do MCU para o futuro, mas sim exploraria elementos do passado de Natasha Romanoff. 

Porém, tivemos algumas novidades interessantes. Elas incluíram a confirmação de que o filme de Cate Shortland será mesmo um prelúdio, mas não tão de volta no tempo como esperávamos: a trama será ambientada após os eventos de Capitão América: Guerra Civil, antecedendo os de Vingadores: Guerra Infinita. Também tivemos a confirmação de Florence Pugh, Rachel Weisz, O-T Fagbenie e David Harbour no elenco. A grande revelação fica com o personagem vivido pelo eterno Jim Hopper de Stranger Things, que será um dos antagonistas do filme: Alexei Shostakov, conhecido como o Guardião Vermelho. 

Para os não iniciados na longa mitologia da Marvel nos quadrinhos, o Guardião Vermelho é quase como uma versão russa do Capitão América – que nos quadrinhos também ganhou o herói Capitão Britânia. Mas enquanto Steve Rogers teve o soro do Super Soldado na Segunda Guerra Mundial, o Guardião Vermelho é apenas um lutador habilidoso e a acrobático.


O Guardião Vermelho nos quadrinhos

O personagem apareceu pela primeira vez em 1966, na HQ The Avengers #43, introduzido como um agente da KGB. Como a década de 60 foi um dos auges da Guerra Fria entre EUA e URSS, era comum ver o conflito entre americanos e soviéticos saltando das páginas de quadrinhos. Como a Viúva Negra também era uma agente russa no início de sua carreira, ela e Alexsei se encontraram muitas vezes, e inclusive chegaram a ser casados antes de ele se tornar o Guardião Vermelho. 

A KGB forjou a morte de Alexsei para que ele se tornasse o Guardião Vermelha, enquanto Natasha Romanoff treinava na Sala Vermelha para se tornar uma assassina letal – sem consciência de que seu marido ainda estava vivo. Nesse meio tempo, Natasha abandonou os russos e se juntou aos Vingadores, e o grupo dos Maiores Heróis da Terra acabaram enfrentando justamente o Guardião Vermelho. Quando ele descobriu que Natasha havia se juntado eles, Alexsei deixou de ser um vilão, tentando ajudar os heróis – e em sua origem clássica, acabou morto pelos russos por sua traição. 

Então voltamos ao filme da Viúva Negra, que atualmente está realizando suas gravações em Londres. O passado de Natasha nunca foi explorado por completo (com exceção dos breves flashbacks em Vingadores: Era de Ultron), então será que Cate Shortland vai aproveitar essa história do casamento com Alexsei? Seria uma reviravolta interessante, ter Natasha enfrentando um vilão perigoso, mas que então se revela como alguém de seu passado com que a protagonista teve uma forte relação. O problema é que, a) seria praticamente idêntico ao arco de Capitão Américo 2: O Soldado Invernal, b) o impacto não seria tão grande considerando que Alexsei será introduzido no MCU nesse filme. 

Se haveremos essa relação entre Viúva Negra e Guardião Vermelho ou não, ao menos sabemos que o personagem já trocou de lado. Seria empolgante se o MCU mantesse David Harbour entre seu catálogo impressionante de atores, e não me surpreenderia se o passado da Viúva Negra acabasse plantando sementes para o futuro da Marvel Studios no cinema.