Cuidado! Spoilers de Era Uma Vez em Hollywood abaixo!

Era Uma Vez em Hollywood, novo filme de Quentin Tarantino, conta com a participação especial de Bruce Lee, aqui interpretado por Mike Moh. A aparição do ícone do cinema desagradou muita gente – isso inclui até a filha do astro – causando muita controvérsia. Afinal, Tarantino desrespeitou ou não o legado de Bruce Lee?

Em um artigo, o ScreenRant explicou toda a polêmica por trás da aparição de Bruce Lee em Era Uma Vez em Hollywood.


Bruce Lee versus Cliff Booth

Na cena de Bruce Lee em Era Uma Vez em Hollywood, o personagem acaba entrando em um combate com Cliff Booth (Brad Pitt) um dublê de cenas de ação. Esse momento é retratado como um flashback – que funciona sob a perspectiva de Cliff – e mostra os dois homens lutando amigavelmente e chegando até um resultado de empate.

O curioso aqui é que Tarantino coloca a cena de uma maneira bem ambígua no filme, o que faz com que a sua própria veracidade seja questionada, afinal, ela faz parte de um sonho de Cliff Booth, um dos protagonistas de Era Uma Vez em Hollywood. Será que Cliff conseguiu de fato lutar com Bruce Lee? Ou será que tudo não passa de uma mentira que ele construiu em sua cabeça?

De qualquer forma, muita gente ficou ofendida com a maneira em que Bruce Lee foi retratado, chegando inclusive a acusar Tarantino de retratá-lo de maneira racista e estereotipada. No fim, tudo indica que a intenção do diretor de Era Uma Vez em Hollywood foi bem diferente.

Toda a trama de Cliff Booth envolve o fato de que ele teve sua carreira destruída pelo rumor de que ele matou sua própria esposa – algo que nunca é esclarecido de fato em Era Uma Vez em Hollywood. Essa cena serve para mostrar como Cliff enxerga a si mesmo, mostrando que ele se sente orgulhoso de ter supostamente enfrentado Bruce Lee de igual pra igual.

Portanto, a maneira em que Bruce Lee foi retratado nesta cena não tem a menor intenção de ser fiel ao que ele era na vida real, já que essa é apenas uma memória – possivelmente corrompida – do orgulhoso Cliff Booth.

Outro aspecto que deve ser considerado é o fato de Bruce Lee ainda não ser uma estrela no momento retratado em Era Uma Vez em Hollywood – a cena em que ele aparece se passa por volta de 1967.

No fim, Tarantino joga tudo para a interpretação do público, deixando tudo bem ambíguo. Questioná-lo é valido – e importante – mas existem outros aspectos sobre esta cena de Era Uma Vez em Hollywood que também devem ser considerados.

Era Uma Vez em Hollywood chega aos cinemas brasileiros no dia 15 de agosto.