O Homem-Aranha está fora do MCU. Depois de muitas conversas a Disney e a Sony romperam sua parceria, que permitia que o personagem – cujos direitos pertencem à Sony – pudesse aparecer nos filmes da Marvel.

Ainda há esperança e negociações podem voltar à mesa, mas no momento, a saída do Homem-Aranha do MCU representa um desastre para a franquia e nós vamos explicar o porque.

O ScreenRant falou sobre o desastre que é a saída do Homem-Aranha do MCU.


O Homem-Aranha melhorou a Fase 3 do MCU

A Fase 3 do MCU expandiu a franquia da Marvel e um dos grandes responsáveis por isso foi o Homem-Aranha. Os cinco filmes em que ele participa são alguns dos melhores da Fase 3 e a maneira em que a franquia lidou com o personagem foi primorosa.

Ao associar a história do Homem-Aranha à jornada do Homem de Ferro, além de criar uma das melhores parceiras do MCU, a Marvel conseguiu introduzir Peter Parker em um mundo já estabelecido de maneira orgânica, sem causar grandes traumas ou deixar grandes furos de roteiro.

Além disso, a presença do Homem-Aranha engrandeceu a jornada de Tony Stark, que se tornou um herói completo e deixou um legado bem bonito para trás, que será representado por Peter Parker de agora em diante.

A Fase 3 do MCU não teria dado certo sem o Homem-Aranha, já que ele foi a cereja do bolo que uniu todos os personagens velhos – Homem de Ferro, Thor, Capitão América – às novidades como – Capitã Marvel e Pantera Negra.

Ele é importante para o futuro da franquia

A ausência do Homem-Aranha no anúncio da Fase 4 do MCU, feito na San Diego Comic-Con 2019, preocupou muita gente, mas isso já era de certa forma esperado. Por ter seus direitos ligados a Sony, não cabia à Marvel anunciar filmes com o personagem por agora, já que as datas de lançamento não dependem do estúdio e sim da Sony.

Mesmo assim, pensar na Fase 4 do MCU sem o Homem-Aranha é muito estranho, especialmente agora em que ele se tornou um personagem central. Homem-Aranha: Longe de Casa deixou muitos ganchos para o futuro do MCU – como a revelação da identidade de Peter Parker e a possível compra da Torre dos Vingadores por Norman Osborn.

Portanto, apesar de ainda não ter sido anunciado na Fase 4 do MCU, é impossível imaginar o futuro da Marvel nos cinemas sem o Homem-Aranha. Se a Sony e a Marvel não chegarem em um acordo, o MCU vai ruir como nunca antes.

A saída do Homem-Aranha mostra as falhas do MCU

No fim das contas, a saída do Homem-Aranha do MCU expõe as falhas que a Marvel sempre tentou esconder. Sim, o MCU conseguiu contar uma história em 22 filmes de maneira coesa e isso é louvável, mas nem tudo está sob controle e nem todos os passos são tão cuidadosamente planejados como eles querem que o público pense.

É bom lembrar que também existem problemas com o Hulk, que tem seus direitos cinematográficos ligados à Universal, e que portanto, não pode ter filmes solo produzidos pela Marvel. Essas questões que acontecem fora das grandes telas acabam mostrando que mesmo uma franquia aparentemente coesa como o MCU está sujeita a falhas e mudanças de última hora.

Agora, só nos resta aguardar um possível novo acordo entre a Sony e a Disney. Com tudo o que falamos, está mais do que certo que a saída do Homem-Aranha do MCU vai causar uma ruptura muito grande na franquia, que pode inclusive fazer com que ela nunca se recupere e acabe perdendo grande parte de sua força.

Homem-Aranha: Longe de Casa segue em exibição nos cinemas.