Depois de 10 anos, a Sony Pictures finalmente traz Zumbilândia: Atire Duas Vezes, aguardada continuação da comédia de zumbis de Ruben Fleischer. É uma alegria ter esses personagens de volta, mas agora vem a pergunta sagrada: valeu a pena esperar tanto?

Aqui, vamos comparar o primeiro filme com Atire Duas Vezes, para definir qual das aventuras de mortos-vivos é a melhor.

Confira abaixo.


Matança de zumbis – Atire Duas Vezes

Não tem como negar. Por mais que o primeiro Zumbilândia seja uma verdadeira aula de como se matar zumbis de formas engraçadas, o segundo filme passou 10 anos se preparando para superar tudo de forma impressionante. O novo filme é mais gore e cartunesco nessas cenas, além de ter mais adrenalina. Afinal, como ganhar de um personagem que matou zumbis usando a Torre de Pisa?

Humor – Empate

Quando falamos de comédia em Hollywood, Rhett Reese e Paul Wernick são dois dos nomes mais fortes. A dupla mandou muito bem nos dois filmes, com o primeiro tendo suas qualidades próprias pela surpresa de ser uma novidade, mas Atire Duas Vezes se diverte com ótimas situações, desde as novas classificações de zumbis até a invasão do grupo na Casa Branca. Os dois merecem o pódio.

Visual – Zumbilândia

Já comentei diversas vezes sobre essa questão ao analisar os filmes da Marvel, mas Hollywood infelizmente parece estar direcionando-se para uma escolha de paleta de cor mais cinza e sem vida. Basta comparar como a fotografia do filme de 2009 era vibrante e contrastada, enquanto a de Atire Duas Vezes é muito mais cinza e desinteressante – similar à de, e isso não é uma surpresa, Deadpool.

História – Zumbilândia

Zumbilândia é um filme difícil de se continuar, e alentador ver que Atire Duas Vezes tem boas ideias para amadurecer os personagens. Porém, não é um trabalho tão complexo ou original, e devemos dar a vantagem para o original, que se beneficiava do fato daqueles personagens estarem se conhecendo pela primeira vez.

Elenco – Atire Duas Vezes

Demorou uma década, mas a Sony Pictures milagrosamente foi capaz de reunir todo o elenco central, composto dos agora premiados Woody Harrelson, Emma Stone, Jesse Eisenberg e Abigail Breslin. O quarteto está tão afiado quanto no primeiro, e Atire Duas Vezes ainda tem a vantagem de ter excelentes coadjuvantes na forma de Zoey Deutch, Luke Wilson, Thomas Middleditch e Rosario Dawson.

Bill Murray – Zumbilândia

Talvez a melhor piada e surpresa do primeiro Zumbilândia seja a participação surpresa de Bill Murray, que interpreta ele mesmo tentando sobreviver ao apocalipse zumbi. Por mais que a cena pós-créditos de Atire Duas Vezes (que traz Murray matando zumbis no estopim da epidemia) seja divertida, não supera o fator surpresa e as piadas com Caça-Fantasmas do original – especialmente seu trágico desfecho nas mãos de Columbus.

VENCEDOR: Zumbilândia