A Netflix conseguiu se estabelecer no mundo inteiro como a mais importante plataforma de streaming da atualidade. Com mais de 150 milhões de assinantes, a empresa investe bilhões de dólares em conteúdo original e na manutenção de títulos queridos pelo público.

Com a introdução de grandes rivais nas Guerras dos Streamings, a Netflix tenta criar novas ferramentas para manter a atenção e a fidelidade do público.

Uma delas, lançada recentemente, foi alvo de polêmica e críticas de atores e cineastas.


Confira tudo sobre a nova função da Netflix abaixo!

Controle de velocidade

A nova ferramenta da Netflix vai deixar a cargos dos espectadores as velocidades de filmes e séries. Os assinantes poderão acelerar ou diminuir a velocidade de reprodução de todos os conteúdos.

As velocidades que os espectadores podem assistir os filmes e séries variam entre 50% mais lenta que a velocidade normal, e uma vez e meia mais rápida.

A função foi criada principalmente para agradar aqueles usuários que têm uma grande lista de filmes para assistir e pouco tempo para vê-los. Vale lembrar também que o Google Chrome já tem ferramentas que dão aos usuários a possibilidade de acelerar o conteúdo da Netflix.

O YouTube e outras plataformas de vídeo também oferecem a possibilidade de se usufruir de várias velocidades.

Críticas

A medida não foi vista por bons olhos por cineastas e atores, que consideraram o controle de velocidade um desrespeito com as pessoas envolvidas na produção de filmes e séries. Quando se cria um produto cultural, o ritmo é inerente à história, e sua aceleração ou diminuição de velocidade pode prejudicar o entendimento e criar interpretações divergentes.

Judd Apatow, criador da série Love, não gostiu da função. O diretor usou seu Twitter para descrever a ferramenta como “ridícula e ofensiva”.

Brad Bird, o diretor de Os Incríveis, também se manifestou contra. “É um duro golpe na já achacada experiência de cinema”.

Pater Ramsey, co-diretor de Homem-Aranha no Aranhaverso criticou os fãs que escolhem esse tipo de reprodução. “Será que tudo deve ser projetado para os mais preguiçosos e com menos bom gosto?”

Aaron Paul, que protagonizou recentemente o filme El Camino, de Breaking Bad, detonou a iniciativa da Netflix em seu Twitter, chamando-a de “destruição completa da arte”.

Respostas

Tentando controlar as críticas à plataforma, a vice-presidente da Netflix emitiu um comunicado sobre a ferramenta.

“Nós testamos com frequência novas funções que podem melhorar a Netflix. O último teste gerou várias reações, tanto a favor, quanto contra. Esse é apenas um teste para plataformas móveis”, contou Keela Robinson.

A executiva também contou que a introdução da ferramenta foi uma solicitação de muitos assinantes da plataforma.

“É uma ferramenta que há bastante tempo está disponível em aparelhos de DVD e vem sendo frequentemente solicitada por nossos membros. Por exemplo, pessoas que querem reassistir sua cena favorita, ou ir mais devagar, porque é um filme de língua estrangeira”, explicou.

Por enquanto, a ferramenta de controle de velocidade só está disponível para quem acessa a Netflix por celulares e tablets.