Cuidado! Spoilers de Dark Knight Returns: The Golden Child, da DC.

A DC trouxe sua nova arma secreta na HQ “Dark Knight Returns: The Golden Child”.

Além de apresentar Carrie Kelley como a nova Batwoman e dar destaque para Jonathan Kent (filho do Superman e da Mulher-Maravilha), a HQ traz Lara Kent, irmã de Jonathan, que se mostra uma heroína totalmente diferente das outras, como mostrou o CBR.


Lara Kent, a heroína desprezível

Criada na Ilha Paraíso, (casa da Mulher-Maravilha) Lara tem um total desprezo pela humanidade. Ao longo da HQ, ela questiona o irmão sobre os hábitos que ela considera nojentos, como o foco dos humanos em se alimentar o tempo todo.

Jonathan, que é mais parecido com o Superman, contesta a irmã, mas ela não consegue enxergar valor nos humanos da mesma forma.

Apesar de ter uma personalidade rebelde, Lara ainda carrega o legado de seus pais, utilizando o símbolo do Superman no peito e o da Mulher-Maravilha em sua jaqueta. Isso, é claro, não a impede de ser a pessoa arrogante que ela é.

É só no final da HQ, quando ela enfrenta o vilão Darkseid que ela percebe que é melhor ser humano do que ser um mero peão nas mãos dele. Com a ajuda de Jonathan, Lara derrota o Darkseid.

Mesmo assim, a DC apresentou Lara Kent como uma personagem totalmente diferente dos heróis que conhecemos, e totalmente diferente do Superman e da Mulher-Maravilha.

A personalidade de Lara certamente transforma ela em uma pessoa terrível, mas isso a torna uma personagem inovadora e interessante, e não uma mera cópia de seus pais.

Lara não é o centro dessa HQ, mas seu papel é bem importante, já que ela dá uma vida diferente para as histórias da DC, que introduzem heróis com personalidades muito parecidas. Há um certo charme em Lara ser essa “babaca” que desdenha dos outros constantemente.

Dark Knight Returns: The Golden Child, da DC, está disponível nos EUA.