Mesmo sendo o herói mais icônico da DC, o Superman vem passando por anos difíceis no cinema. A versão do personagem apresentada por Zack Snyder e interpretada por Henry Cavill dividiu a opinião dos fãs, e sua atuação em Liga da Justiça não melhorou a situação.

Enquanto a DC continua a experimentar histórias criativas com várias franquias no cinema, o Superman permanece no limbo da Warner Bros, com produtores e executivos debatendo sobre o melhor próximo passo para o personagem.

A Warner e a DC parecem querer reinventar o Filho de Krypton para uma nova geração, mas como isso pode acontecer? Por que tão difícil caracterizar o Superman no cinema se o que o herói representa é tão perene? O site CBR tentou responder essa pergunta; confira abaixo!


Reboot ou remake?

Rumores sobre um possível reboot do Superman não são novidades. Na semana passada, uma matéria publicada pela Variety dominou os debates nas redes sociais. De acordo com a reportagem, a Warner estaria consultando figurões de Hollywood para criar novas tramas para o Superman e fazê-lo “relevante” para uma nova geração.

Com o lançamento da reportagem, os fãs da DC logo se perguntaram: Por que a Warner tem tanta dificuldade em fazer o Superman relevante se ele JÁ É relevante? Aparentemente, a empresa estaria criando um problema que não existe.

Se a versão de Henry Cavill do Superman não agradou grande parte dos fãs, é possível que a maior parte dos erros esteja na maneira como o personagem foi retratado no DCEU, não no herói em si.

A estrategia da Warner

Após uma década de versões realmente terríveis do Batman nos cinemas (a de Joel Schumacher, por exemplo), a Warner conseguiu encontrar grande sucesso com a trilogia do Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan.

O estilo do diretor não apenas representou um ponto de ruptura definitiva na história da DC no cinema, mas lançou uma espécie de “base” para a criação de novas histórias. Com isso, a reinvenção do Superman também tentou seguir as mesmas características cruas, reais, violentas e sombrias que já haviam conquistado o público.

O problema é que esse estilo não combina nem um pouco com o Superman das HQs e os valores que ele representa.

A visão de Zack Snyder

Zack Snyder é um ótimo diretor. O cineasta tem uma visão única e particular, que provavelmente combinaria muito com uma série de filmes do Batman ou outros heróis da DC. No caso do Superman, no entanto o estilo do diretor não veio a calhar.

O Homem de Aço estabeleceu a base da personalidade do novo Superman, e dividiu a opinião dos fãs principalmente por seu final polêmico, no qual Clark quebra o pescoço do General Zod.

Batman vs. Superman: A Origem da Justiça piorou ainda mais a imagem do personagem aos olhos do público, e Liga da Justiça, mesmo com suas refilmagens e inúmeras mudanças, não conseguiu melhorar nada.

Faca de dois gumes

O problema da Warner com o Superman pode estar relacionado estritamente com os hábitos do público mais moderno. A empresa se encontra em uma situação que pode causar perdas significativas de duas maneiras diferentes.

Se a Warner optar por um reboot do Superman com mais diversidade, trazendo um ator como Michael B. Jordan para interpretar o personagem, os novos filmes correm o risco de serem vítimas de campanhas de difamação de trolls, assim como aconteceu com Capitã Marvel, Mulher-Maravilha e Pantera Negra.

Por outro lado, se escolher um reboot mais purista do personagem, seu otimismo e bondade inabaláveis podem ser vistos como “problemáticos” ou “antiquados” por outra parcela do público, acostumada a heróis mais cínicos e realistas.

Relevante ou inspirador?

A Warner parece não ter aprendido com os erros de seus projetos anteriores. O autor Neil Gaiman expressou um sentimento compartilhado por muitos fãs da DC em relação à posição da Warner sobre a suposta “irrelevância” do Superman para plateias atuais.

“Você não precisa fazê-lo relevante. Precisa fazê-lo inspirador”, escreveu o autor de Sandman e Belas Maldições.

O escritor resume perfeitamente o coração da questão do Superman na Marvel. Como um herói, o personagem serve como um exemplo para os humanos, uma figura a se seguir. Até mesmo O Homem de Aço confirma esse aspecto do herói quando o pai de Clark afirma que o Superman vai “representar um ideal para a humanidade”.

No final das contas, a Warner pode reinventar o Superman da maneira que desejar. Porém, o que precisa ser mantido são os valores essenciais do personagem.

Patty Jenkins, a diretora de Mulher-Maravilha falou em uma entrevista ao The New York Times em 2017 sobre sua experiência no filme da heroína, e sua fala pode ser usada também como um paralelo para os futuros longas do Superman.

“Eu sempre quis contar a história de um herói que acredita no amor, que é cheio de amor e acredita que a humanidade pode melhorar. Eu mesma acredito nisso. É terrível que muitos artistas tenham medo da sinceridade, verdade e emoção e se escondam sob a fachada de ‘cool'”, afirmou a diretora.

Outras possibilidades

Ainda existem outras possibilidades para uma revitalização da história do Superman que não envolva diretamente o personagem.

Uma delas, seguindo o sucesso de Coringa, seria centrada em Lex Luthor. Um filme solo do vilão é com certeza uma aposta de risco, mas tem chances de se tornar um grande fenômeno de público e crítica como foi o filme de Todd Phillips.

Outra opções é apresentar ao público mais moderno as aventuras do Superboy, o filho de Clark Kent. Mostrar o Superman como um pai, que além de ser um herói tem que lidar com os problemas da família, pode humanizar o personagem aos olhos do público.

Por enquanto, a Warner mantém em segredo seus planos para o futuro do Superman. E você, o que acha?

Você viu que Titãs está trazendo uma Game of Thrones cósmica para o DC Universe? E que a DC anunciou sua série mais BIZARRA até agora? Entenda porque Titãs funciona melhor na Netflix! Esses 8 heróis da DC tem os mesmos poderes que heróis da Marvel! Saiba quais heróis da Marvel o Asa Noturna derrota ou não! O Batman de Titãs finalmente chegou… E os fãs odiaram! Mas o herói já esteve em outras séries… Confira as melhores! Veja como Brooklyn Nine-Nine foi oficializado no universo da DC graças ao Batman e muito mais no Observatório de Séries.