O Capitão América de Steve Rogers está finalmente aposentado depois de Vingadores: Ultimato.

Depois de voltar ao passado para viver com sua amada Peggy Carter, o herói voltou ao presente para passar adianta o legado do Capitão América, agora como um homem idoso.

Ao entregar o escudo – e o manto – do Capitão América para Sam Wilson, o velho herói está pronto para descansar, mas isso não significa que o seu papel no mundo dos heróis acabou.


Ainda existem formas de Steve Rogers ajudar, mesmo não sendo mais o Capitão América. Em um artigo, o ScreenRant citou algumas dessas alternativas.

Apoiar as vítimas do Estalo

Em Vingadores: Ultimato, o Capitão América lidera um grupo de apoio para as pessoas que perderam parentes por conta do Estalo de Thanos – que dizimou metade da população do universo.

Agora que essas pessoas estão de volta, um novo problema surge, que é a diferença de 5 anos entre as pessoas que morreram e as pessoas que ficaram. Isso certamente vai abalar a sociedade e tornar as coisas muito estranhas, e é aqui que o velho Capitão América pode ajudar, aconselhando pessoas como fazia antes.

Curiosamente, há um motivo que explica o porquê de Steve Rogers ser a pessoa ideal para orientar a sociedade nessa nova etapa de mudanças.

Ele já passou por isso

Steve Rogers é um homem que passou décadas congelado. Ele sabe exatamente qual é a sensação de acordar em um mundo onde todos que você conhece e ama estão diferentes, e é por isso que ele é a pessoa indicada para aconselhar as vítimas do Estalo pós-Vingadores: Ultimato.

Como o próprio Capitão América admite para a Viúva Negra em uma cena de Vingadores: Ultimato, é difícil seguir em frente. É difícil ser uma pessoa que vive em uma época que não é sua e aceitar isso como se fosse normal.

Portanto, Steve Rogers não é mais o Capitão América, mas ele ainda pode ajudar a sociedade, orientando e guiando aqueles que estão perdidos, que não sabem como se reconectar com aqueles que amam – que agora estão cinco anos mais velhos.

Não sabemos se a Marvel vai explorar esses aspectos com profundidade nos próximos filmes, mas se esse for o caso, o velho Capitão América é o homem ideal para isso.