A terceira temporada de Fugitivos criou uma ameaça futura para a equipe: o filho de Ultron, Victor Mancha. Através de três temporadas de aventuras, os Fugitivos enfrentaram ameaças crescentes – de seus pais aos alienígenas Gibborim e, finalmente, com Morgan le Fay (Elizabeth Hurley), sua capacidade de salvar o mundo foi completamente testada.

Enquanto os Fugitivos e seus pais conseguiram trabalhar juntos para derrotar Morgan, a vitória teve um custo, pois Gert Yorkes (Ariela Barer) morreu no penúltimo episódio da série da Marvel.

No final da série, Fugitivos leva a uma história de viagem no tempo em que Chase Stein (Gregg Sulkin) de 2028 remonta a 2022 no aniversário de três anos da morte de Gert. Ele faz isso para impedir Alex Wilder (Rhenzy Feliz) de 2028 de matar os Fugitivos, pois acredita que um deles é responsável por plantar uma bomba em seu escritório.


Enquanto Chase e as versões de 2022 dos Fugitivos impedem Alex, todos eles voltam a 2019 para tentar salvar a vida de Gert. Eles são bem-sucedidos ao fazê-lo, o que permite que os Fugitivos terminem com um final feliz.

Mas, o final também indica que um futuro sombrio com o filho de Ultron, icônico vilão do MCU, pode aguardar a equipe.

A primeira indicação para Victor Mancha acontece no início do final, quando o Chase de 2028 salva Nico Minoru (Lyrica Okano) em 2022 do Alex de 2028. Ela percebe o quão diferente ele parece, especificamente por causa da cicatriz gigante que ele tem no pescoço.

Chase diz a ela para nunca confiar em alguém chamado Victor, levando-a a supor que seu pai Victor Stein fez isso com ele. Mas Chase esclarece que essa cicatriz não é de seu pai e sim de outra pessoa chamada Victor.

No final do episódio, então, o Alex de 2019 encontra uma nota do seu eu de 2028 que, entre outras coisas, menciona que ele deveria “esconder Mancha”. Sem especificar seu nome completo, Fugitivos ainda coloca as sementes para Victor Mancha no MCU com essas duas indicações.

Quem é Victor Mancha?

Nos quadrinhos da Marvel, Victor Mancha foi criado por Brian K. Vaughn e estreou em Fugitivos #1, de 2005. A edição termina com os Fugitivos sendo recebidos por um Gert moribundo de 20 anos no futuro, que os avisa que Victor Mancha, também conhecido como Victorious, se torna a pessoa mais poderosa do mundo e acaba de matar alguns dos maiores super-heróis do mundo.

No entanto, Victor parece ser apenas um garoto normal que vive na Califórnia a princípio e só descobre seus poderes quando os Fugitivos o confrontam. Eventualmente, é revelado que Victor é um ciborgue criado por Ultron depois que sua mãe ajudou Ultron a construir um novo corpo.

Ele desempenha um papel de destaque na série de quadrinhos da Marvel e é finalmente aceito pelos Fugitivos.

Com vários vínculos com o MCU, Fugitivos parecia estar configurando a introdução de Victor Mancha em uma temporada futura. Ultron não é visto desde Vingadores: A Era de Ultron em 2015, mas uma referência em Homem-Aranha: De Volta ao Lar mostra que seus corpos ainda estão por aí.

Mesmo que Fugitivos não pudesse usar o próprio Ultron nas temporadas futuras, eles poderiam refazer a origem de Victor um pouco para que ele fosse outro dos planos de contingência de Ultron e depois mencionar o robô pelo nome. Com base nos vislumbres do futuro fornecidos no final da terceira temporada, parece que Mancha seguiu um caminho mais maligno e pode até ser um aliado de Alex.

Se as futuras temporadas de Fugitivos acontecessem, não há dúvida de que Victor teria sido apresentado. Antes da primeira temporada, o produtor Josh Schwartz disse ao Screen Rant que eles queriam se concentrar na história em quadrinhos original dos Fugitivos antes de chegar à história de Mancha.

Após três temporadas, parece que a quarta temporada poderia ter sido a hora de Victor Mancha se juntar aos Fugitivos, como herói ou vilão. Infelizmente, com a série da Marvel terminando após três temporadas, provavelmente nunca conheceremos Victor.