Os filmes de super-herói vão se tornar cada vez mais diversos nos próximos anos, e Thor: Amor e Trovão, quarto filme da franquia, deve dar um passo importante nesse sentido.

Vingadores: Ultimato trouxe o primeiro personagem LGBTQ+ do MCU em uma pequena cena – o personagem era interpretado pelo diretor Joe Russo – mas tudo indica que o novo Thor irá além, introduzindo um personagem LGBTQ+ que não só será central para trama, mas será o primeiro personagem transsexual da Marvel nos cinemas. A personagem? A heroína Sera.

O CBR falou tudo sobre a chegada de Sera, primeira personagem transsexual do MCU.


A declaração de Kevin Feige

Durante uma sessão de perguntas e respostas na New York Film Academy, Kevin Feige, o chefe da Marvel, foi questionado sobre as intenções – ou não – do estúdio em trazer personagens trans para o MCU. Kevin Feige deu uma resposta positiva.

“Sim. Com certeza. Sim. Em breve. Em um filme que estamos gravando neste momento”, revelou.

Não ficou claro na declaração se o filme em questão estaria sendo gravado naquele momento (dia 30 de dezembro) ou se seria uma produção que está programada para começar em breve. No momento, apenas Os Eternos está em produção, mas Thor: Amor e Trovão inicia os trabalhos em março deste ano.

Outra opção seriam as séries do Disney+, como Falcão e o Soldado Invernal e WandaVision, mas no fim das contas, se a Marvel quiser de fato introduzir um personagem trans de grande importância, Sera é a melhor opção.

Quem é Sera?

Sera é uma integrante do grupo masculino de anjos chamados de Ancharites. Presente nas histórias de Thor, Sera assume identidade feminina nos quadrinhos, se envolvendo romanticamente com Angela, a meia-irmã de Thor.

Já está confirmado que a Valquíria será uma personagem LGBTQ+ no MCU. Sabemos que a governante de Asgard estará procurando sua rainha em Thor: Amor e Trovão, portanto, é possível que Sera seja uma das candidatas ao posto.

Se esse não for o caso, a Marvel também pode aproveitar a oportunidade de trazer Sera para introduzir Angela também. De qualquer forma, tudo indica que o novo Thor terá a primeira personagem trans da franquia.

Outro personagem trans pode chegar antes

Antes de Sera aparecer, é possível que outro personagem trans seja introduzido na Marvel. Loki, o irmão de Thor, se identifica com o gênero fluido em diversos momentos dos quadrinhos, ou seja, ora ele se identifica como homem, ora se identifica como mulher.

Logo, se a Marvel quiser, é possível explorar esse lado de Loki na série do personagem, que será lançada no Disney+.

Qual a importância em ter um personagem trans?

Muitas pessoas da sociedade não se sentem representadas no cinema e para franquias populares como a Marvel, representar as pessoas sem voz é quase que uma obrigação.

Se os quadrinhos da Marvel apresentam personagens LGBTQ+ interessantes, essas personagens devem sim ser introduzidas na franquia de forma natural, tendo o destaque que merecem.

O sucesso de Pantera Negra mostra como é importante trazer diversidade de personagens, histórias e culturas para o cinema e esse exemplo deve ser seguido a partir de agora.

Se o MCU quer refletir a sociedade e conectar as pessoas, como já vem fazendo, é necessário expandir ainda mais o seu leque de histórias, dando mais destaque para aqueles que a sociedade despreza muitas vezes. Portanto, a chegada de Sera em Thor: Amor e Trovão é um pequeno passo, mas um passo muito importante.

Thor: Amor e Trovão chega aos cinemas no dia 5 de novembro de 2021.