A importância da diversidade em filmes e TV se tornou com um tempo um dos tópicos mais debatidos da indústria. O interesse do público por histórias com novas perspectivas e personagens mais abrangentes é uma das tendências mais importantes dos últimos anos.

Muitos vão contra a corrente, afirmando que a diversidade na TV é “forçada” e não justificada.

De acordo com o site CBR, uma série está fazendo um ótimo trabalho no quesito representatividade na TV. Saiba tudo sobre a produção abaixo!


Stumptown

Stumptown é uma série da ABC, protagonizada por Colbie Smulders, a Maria Hill do MCU e Vingadores: Ultimato. A produção conta a história de Dex Parios, uma ex fuzileira naval que se torna investigadora particular e sofre com estresse pós-traumático e vício em apostas.

Em sua jornada, a personagem conhece um diverso elenco de personagens, que incluí um detetive negro, um amigo latino, um nativo americano dono de um cassino e um personagem com síndrome de Down.

Mesmo com o elenco marcado pela diversidade, Stumptown nunca utilizou a representatividade como ação de marketing, focando sua divulgação no drama, humor e realidade da série.

A introdução dos personagens foi natural, não sendo forçada pela trama para corresponder a uma “cota” específica. Cada um deles parece se encaixar completamente na história da série assim como acontece na vida real.

Representatividade forçada?

Mesmo que Stumptown pratique uma diversidade silenciosa, isso não significa que a série esqueça como representar com responsabilidade personagens diversos.

Os personagens da série não são definidos pelo que os faz “diversos”, sendo utilizados em tramas que levam em conta a diversidade mas não a utilizam como componente principal.

Sendo assim, cada personagem tem sua história própria, que assim como na vida real é afetada pela diversidade. Mesmo assim, o elenco de Stumptown é formado de personagens tridimensionais e interessantes.

Stumptown é uma série da ABC.