John Travolta foi acusado por um massagista de 21 anos de assédio sexual em incidente que aconteceu supostamente em 2000.

De acordo com o relatório de polícia conseguido pelo RadarOnline, o massagista diz que Travolta agarrou suas nádegas e expôs sua região genital durante uma sessão de massagem no LaQuinta Hotel, em Palm Springs (EUA).

“Ele ficou falando de suas fantasias gays”, diz ainda o massagista, que detalha que o incidente aconteceu dentro do spa do hotel, por volta das 1h30 do dia 15 de fevereiro de 2000.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Travolta pediu uma massagem mais “íntima” ao funcionário do hotel, que recusou os avanços do ator e cobriu a parte genital do cantor com uma toalha enquanto terminava a massagem.

Depois, quando os dois estavam na sauna, Travolta “colocou a mão por baixo da toalha” do funcionário sem permissão e fez perguntas vulgares a ele, “para que ele tivesse algo sobre o que fantasiar no futuro”.

O massagista denunciou o caso dias depois no Departamento de Polícia de Palm Springs, que não conseguiu interrogar Travolta, visto que o ator saiu da cidade antes dos policiais chegarem no hotel.

Deixe o seu comentário