O ator de Glee, Mark Salling, assumiu nessa segunda-fera (18) à uma corte federal que estava possuindo pornografia infantil. Foram encontradas mais de 25.000 imagens de crianças em conduta sexual.

O ator, que ficou conhecido como coprotagonista da série-musical da Fox, pode ser condenado a uma pena máxima de 20 anos de reclusão em prisão federal, mas como o ator confessou o crime, os advogados de defesa esperam que a pena seja reduzida para 7 anos em regime fechado, com 20 anos em regime semi-aberto.

A biblioteca de imagens com conteúdo pornográfico infantil foi encontrada em seu computador, em um disco rígido e um pen-drive, depois que o ator mostrou algumas das imagens para sua namorada, que denunciou à polícia.


O caso contra Mark Salling envolve uma série de investigações contra uma rede de pornografia infantil da cidade de Los Angeles.