Duas investigações policiais sobre conduta sexual inapropriada envolvendo o ex-produtor e figurão de Hollywood, Harvey Weinstein, foram apresentados ao escritório da Associação de Advogados e Promotores de Los Angeles.

Segundo informações do site The Wrap, um dos representantes da associação, Greg Risling, confirmou que os casos foram apresentados em dezembro de 2017 ao grupo, pelo Departamento de Polícia de Beverly Hills e estão “sob análise”.

Diversas queixas policiais foram feitas contra Weinstein em Los Angeles, Beverly Hills, Nova York e Londres depois da bomba que abalou Hollywood, soltada pelo jornal americano The New York Times em outubro do ano passado, quando diversas mulheres acusaram Weinstein de assédio sexual, abuso e estupro. Desde então, outras mulheres vieram publicamente endossar o coro de acusações.


A polícia de Nova York em novembro de 2017 disse que tinham um caso contra Harvey, e em outubro, a polícia de Beverly Hills afirmou que estavam procurando por depoimentos contra Weinstein e James Toback.