O Destino de Uma Nação, filme que fará uma narrativa de parte da vida de Winston Churchill, contará com a ilustre de presença de Gary Oldman no papel – e o ator levou mesmo o personagem a sério.

“Eu resolvi fazer uma brincadeira ou surpresa para a minha esposa”, contou o ator em aparição no programa de Jimmy Kimmel (via DailyMail). “Eu levei ela até o set um dia e fomos até a sala dos mapas, um dos locais mais importantes do filme. Eu estava caracterizado, então me ajoelhei e falei como Winston falaria: ‘Você quer casar comigo?’. Surpreendentemente, ela disse sim”.

“E então, literalmente segundos depois, alguém da equipe chegou e disse: ‘Ei, Gary, estamos prontos para filmar a próxima cena’, o que foi um pouco inconveniente”, brincou ainda.


Oldman e Gisele Schmidt se casaram em setembro de 2017.

Gary Oldman conta quem gostaria de ver como Batman caso Ben Affleck deixe o papel

A trama de O Destino de Uma Nação aborda os primeiros dias de Winston Churchill como primeiro-ministro da Grã-Bretanha, enfrentando um de seus julgamentos mais turbulentos e definitivos: explorar um tratado de paz negociado com a Alemanha nazista ou manter-se firme para lutar pelos ideais e pela liberdade de uma nação.

Além de Oldman, estão no elenco John Hurt, como Neville Chamberlain, a quem Churchill sucedeu como primeiro-ministro; Lily James (Downton Abbey, Cinderela) como a secretária pessoal de Churchill; Ben Mendelsohn como rei George VI; e Kristin Scott Thomas interpretando a esposa de Churchill, Clementine.

O Destino de Uma Nação estreia no Brasil nessa quinta (11).