A atriz e diretora Jodie Foster veio à público recentemente dizer que os filmes de super-herói estão prejudicando os hábitos da população americana de irem ao cinema. E por conta da opinião polêmica, a resposta a ela foi era iminente.

James Gunn, diretor dos dois filmes de Guardiões da Galáxia, resolveu se manifestar, expondo sua opinião no Twitter. Em uma série de postagens, ele comentou: “Eu acho que Foster olha para os filmes de uma maneira ultrapassada, onde o espetáculo do filme não provocava pensamentos na audiência. Parte disso é verdade, mas nem sempre. Ela acredita que o sistema é bem comum e não é total sem essa base. Eu não digo que, não sem a base, pois muitas franquias de estúdios são bem vazias, e esse é um perigo real para o futuro do cinema. Mas também há algumas exceções.”

Gunn continua: “Para o cinema sobreviver, eu acho que os blockbusters precisam ter uma visão e coração que tradicionalmente, não possuem. E alguns de nós estamos fazendo o melhor para ir nessa direção. Criando blockbusters que são inovadores, humanos e cheios de vida, é isso que nos anima nesse trabalho. Mas, para ser justo, pelo menos com a citação da Foster, ela parece ver a direção como algo, em primeiro lugar, sobre crescimento pessoal. Para mim, talvez seja parte do que faço hoje, mas gastando milhões de dólares em filmes tem que ser mais do que isso – é a comunicação -, então minha experiência é apenas uma voz dentro dessa roda gigante. Mas eu respeito Foster e o que ela fez para os filmes e sou agradeço a ela por olhar diferentemente para Hollywood”.


Jodie Foster recentemente dirigiu um episódio da quarta temporada de Black Mirror e também confirmou gostaria de trabalhar mais para a empresa de streaming.