A ex-mulher do ator Gary Oldman, vencedor do Oscar de Melhor Ator por O Destino de Uma Nação, criticou a premiação que o ex-marido teve, além do prêmio dado à Kobe Bryant.

Donya Fiorentino, que foi a terceira mulher de Oldman e ficou casado com ele por 4 anos, expressou sua frustração e raiva ao prêmio dado ao ator e também ao ex-jogador de basquete americano, Kobe Bryant, que ganhou a estatueta de Melhor Curta Animado.

Oscar 2018 | Gary Oldman ganha prêmio de Melhor Ator


Ao TMZ, Donya contou: “Parabéns, Gary e parabéns para a Academia por premiar não só um como dois abusadores. Achei que tínhamos evoluído. O que aconteceu com o movimento #MeToo?”

Fiorentino acusou Gary em 2001 por abusar fisicamente e psicologicamente dela durante seu tempo de casados, alegando que ele já a bateu com um telefone. Nos documentos legais, a declaração do ator diz que ele estava tentando tirar o telefone do suporte e acabou acertando ela acidentalmente.

Kobe Bryant, aposentando jogador da NBA, considerado um dos melhores de sua geração, é acusado de estuprar uma mulher em 2003. Ele foi acusado na época e iria à julgamento, mas a vítima na época não levou a acusação à frente, então, o caso foi encerrado.