O chef e apresentador Jamie Oliver fechou todos os restaurantes australianos de sua rede Jamie’s Italian e deixou seus funcionários sem receber.

O site australiano News.com.au publicou a escandalosa acusação. Os empreendimentos de Oliver no país foram as primeiras vítimas de uma série de ações que buscam diminuir a dúvida de R$ 324 milhões acumuladas pelo apresentador e seus sócios.

Ainda de acordo com o News.com.au, algum dos funcionários demitidos deixou uma provocação na porta de um dos restaurante fechados, escrevendo no vidro: “Com muito amor, Sr. O. Beijos”.


Jamie Oliver proíbe a filha de postar selfies

Os jornais australiano contactaram os representantes do Jamie Oliver Restaurant Group e eles informaram que os estabelecimentos deverão voltar a funcionar em um futuro próximo.

A decisão de Oliver em não aceitar reservas nos estabelecimentos resultava em filas de mais de três horas, impaciência e alta taxa de desistência por parte dos clientes.