Chloe Moretz tinha apenas oito anos e estava começando a atuar quando seus pais decretaram falência por dever mais de US$ 5 milhões (ou R$ 17 milhões), segundo nova reportagem do Daily Mail.

O pedido de falência está registrado em 2005, quando a garota tinha créditos apenas na série The Guardian e se preparava para estrelar Horror em Amityville, seu primeiro papel no cinema.

Segundo a reportagem, o pai de Moretz, um famoso cirurgião plástico de Beverly Hills chamado McCoy Moretz, abandonou a mãe da garota, Teri, e constituiu uma nova família com Jo Hilton, tia da socialite Paris Hilton.


Juiz ordena que fã obsessivo fique longe de Chloe Grace Moretz por três anos

Teri e os cinco filhos (Chloe tem os irmãos Brandon, Colin, Trevor e Ethan) não tem contato com o patriarca da família até hoje, e a mãe não permitiu que ele comparecessa à formatura do filho Ethan em junho passado.

Segundo a reportagem, Teri e McCoy levavam uma vida de gastos incoerentes com a renda do cirurgião, e acabaram devendo para nada menos que 199 empresas e organizações diferentes antes de declarar falência.

Enquanto o pai da atriz de Kick-Ass recebia apenas em torno de US$ 5 mil por mês, os Moretz viviam em uma enorme mansão avaliada em mais de US$ 12 milhões.

Os documentos reunidos pelo Daily Mail dão a conta final da dívida da família, em 2005, em US$ 5.4 milhões. Ainda bem que, com sua carreira mega bem-sucedida, Moretz pode compensar pelas falcatruas dos pais.