O jornal britânico The Sun desenterrou uma história trágica do passado do ator Alden Ehrenreich, que está sob os holofotes graças ao seu papel como o jovem Han Solo no novo filme de Star Wars.

Segundo Nicholas Benedict, tio do ator, um Alden de apenas dois anos viu o pai, Mark Ehrenreich, ser esfaqueado pelo irmão, Edward, bem na sua frente.

Edward, que foi diagnosticado com esquizofrenia após ser preso e passou o resto da vida em um manicômio, faleceu em 2015.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Han Solo: Um História Star Wars é bem recebido pela crítica; veja trechos

Segundo conta Benedict, que se juntou a família ao se casar com Ava Ehrenreich, irmã de Mark e Edward e tia do ator, o pai de Alden sobreviveu às facadas por alguns minutos, dirigindo com o filho até um posto de gasolina próximo, onde pediu para o frentista chamar a ambulância.

“É uma história incrivelmente trágica. Edward teve uma juventude muito conturbada por não ter sido diagnosticado. Ele experimentou com drogas pesadas, como LSD, e tinha esses surtos às vezes. Ele deveria ter sido internado muito antes”, conta Benedict.

Han Solo: Uma História Star Wars estreia no dia 24 de maio.