O ator Adam Driver considera que “sem dúvida” teve mais oportunidades na vida e na carreira por ser homem, heterossexual e branco.

Falando no Festival de Cannes 2018 (via IndieWire), Driver ponderou: “Não há nenhuma dúvida de que alguém tem mais oportunidades quando é homem, heterossexual e branco. É um fato”.

“É algo importante de se considerar”, disse ainda, refletindo sobre sua carreira. “Eu não posso te dar estatísticas, dizer que isso me ajudou em 50, 75 ou 100%, mas sem dúvida é algo em que eu penso”.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em BlacKkKlansman, de Spike Lee, um dos filmes que divulga no festival, Driver interpreta o policial Flip Zimmerman, parceiro de Ron Stalworth (John David Washington), um policial negro que se infiltra na Ku Klux Klan, a maior organização racista dos EUA.

Aplaudido por seis minutos, o filme foi visto por muitos como “um recado” para o presidente Donald Trump, criticado por posições que muitos consideram racistas – veja Lee falar do assunto.

Após Cannes, BlacKkKlansman chegará aos cinemas em 10 de agosto nos EUA – sem previsão no Brasil.

Veja o trailer de BlacKkKlansman

O outro filme divulgado por Driver no festival é The Man Who Killed Don Quixote, de Terry Gilliam, que o traz como o fiel companheiro do aristocrata interpretado por Jonathan Pryce – veja trailer.

LEAVE A REPLY