Aparecendo no The Late Show ao lado do apresentador Stephen Colbert, o astro Andrew Garfield contou a bizarra história do seu primeiro beijo, que deve ser bem diferente daquela que a maioria das pessoas conta por aí.

Segundo Garfield, ele mudou de escola em torno dos 12 anos, de uma instituição apenas para meninos para outra que tinha “público misto”, por assim dizer. “Nessa época, o meu monstro dos hormônios já estava começando a acordar”, brincou.

“Adolescentes não sabem muito bem como lidar com o sexo pelo qual eles sentem atração, não é? A gente sabe o que queremos, o que precisamos, mas não temos um nome para esses desejos que surgem na gente. Como resultado, todos os adolescentes tem um medo mortal uns dos outros”, refletiu ainda.


Andrew Garfield sobre sua sexualidade: “Estou aberto a qualquer impulso”

“Certa noite, uma garota que eu conhecia deu uma festa na sua casa enquanto os pais viajavam. Aquela noite mudou a vida de todo mundo”, riu ainda. “Eram em torno de 50 meninos e 50 meninas, e era como Coração Valente – os meninos de um lado do gramado, as meninas de outro, correndo em direção uns aos outros”.

“E essa é a história do meu primeiro beijo – dos meus primeiros beijos. Eu acho que beijei 30 garotas naquele dia, e não estou me gabando com isso! Foi fácil beijar 30 pessoas para qualquer um que estivesse naquela festa. Foi uma espécie de bacanal”, completou.

Garfield retorna aos cinemas com Under the Silver Lake, do diretor David Robert Mitchell, que ainda não tem previsão no Brasil – veja o trailer.