Mariah Carey vendeu uma aliança de noivado com um diamante de cerca de 35 quilates dada a ela por seu ex-namorado, executivo James Packer.

Segundo informações do Page Six, o anel avaliado em US$ 10 milhões (R$ 36 milhões) fazia parte de um acordo entre Carey e Packer, após a separação do casal em 2017.

A assessora da cantora revelou que Mariah pretende avançar em sua vida cheia de positividade, “o que significa deixar emoções e coisas materiais para trás”. Devido a isso, a cantora optou por vender o anel, que teria um valor emocional referente a uma pessoa que está no seu passado.


Uma fonte do Page Six ainda revelou que o anel foi vendido por cerca de “apenas” US$ 2,1 milhões para uma joalheria em Los Angeles. Um acordo entre Mariah e o joalheiro, porém, impede que o vendedor divulgue o nome de Mariah associado ao anel.

Em surto bipolar, Mariah Carey achava que seria visitada por Michael Jackson

Carey recentemente ganhou as manchetes por se abrir pela primeira vez sobre sua luta contra o transtorno bipolar – relembre aqui.

Mariah ainda anunciou sua segunda residência na cidade de Las Vegas, intitulada The Bufferfly Returns. Saiba todos os detalhes.

A cantora ainda passa por problemas legais, com uma ex-empresária a processando por quebra de contrato – saiba mais.