A editora britânica Anne V. Coates, que venceu o Oscar por seu trabalho clássico em Lawrence da Arábia, morreu aos 92 anos. A informação é da Variety.

Coates, considerada uma das melhores editoras de todos os tempos, recebeu outras quatro indicações ao prêmio: por Becket – O Favorito do Rei (1964), O Homem Elefante (1980), Na Linha de Fogo (1993) e Irresistível Paixão (1998).

Morre Alda Meneghel, mãe de Xuxa, aos 81 anos

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em 2017, recebeu uma segunda estatueta do Oscar, dessa vez pelo conjunto da carreira.

Outros créditos da britânica incluem Assassinato no Expresso do Oriente (1974), Chaplin (1992), Striptease (1996), Erin Brockovich (2000), A Bússola Dourada (2007) e até Cinquenta Tons de Cinza (2015), seu último trabalho.

Coates deixa dois filhos: o ator e diretor Anthony Hickox; o também diretor James D.R. Hickox; e a filha Emma E. Hickox, que seguiu os passos da mãe e se tornou editora.