Uma das maiores editoras do século XX do cinema faleceu nesse sábado (09) em Paris, na França. O falecimento de Françoice Bonnot foi noticiado pelo Deadline nessa quarta (13) – ela tinha 78 anos.

Neal Boyd, ganhador do America´s Got Talent, morre aos 42 anos

Bonnot venceu o Oscar em sua categoria pelo trabalho no épico político Z (1969), de seu amigo e colaborador frequente Costa-Gavras. Com o diretor, fez também Desaparecido: Um Grande Mistério (1982), Hanna K. (1983) e outros clássicos.


Outra parceira frequente de Bonnot era a diretora Julie Taymor, para quem editou Titus (1999), Frida (2002), Across the Universe (2007) e A Tempestade (2010).

Esse último se tornaria seu derradeiro trabalho no cinema.