Quase 45 anos após a morte de Bruce Lee, que morreu aos 32 anos, o jornalista Matthew Polly revelou na nova biografia de Bruce que o ator e lutador de artes marciais morreu em decorrência de um choque térmico.

Para chegar a essa conclusão, o jornalista entrevistou amigos, familiares, e a viúva Linda Lee Cadwell. A causa oficial da morte diz que Bruce Lee morreu de edema cerebral que pode ter sido causado por alergia a um anestésico chamado Equagesic, porém Polly acredita que a real causa que tirou a vida de Bruce foi um choque térmico.

”A chave para entender a morte de Bruce Lee é que ele desmaiou 10 semanas antes e quase morreu da mesma coisa”, explicou Polly a Fox News.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Bruce Lee e o soco de uma polegada: Mito ou verdade?

“Em 10 de maio de 1973, ele entrou em uma pequena sala de dublagem em um dos dias mais quentes do mês. Eles desligaram o ar condicionado para evitar estragar o som. Ele imediatamente superaqueceu e ficou tonto. Ele saiu da sala e desmoronou no chão. Ele se levantou e quando entrou na sala aquecida, ele desmaiou novamente e começou a convulsionar violentamente. Eles o levaram para o hospital e os médicos suspeitaram que seu cérebro estava inchando… E assim o primeiro colapso parecia exatamente um caso de choque térmico”, disse o jornalista em sua explicação.

A própria viúva de Bruce Lee disse ao Los Angeles Times, que a morte havia sido causado por inchaço no cérebro devido ao analgésico Equagesic. Mas o jornalista argumenta que os momentos finais de Lee durante uma viagem a Hong Kong eram iguais aos sintomas que ele já teve antes.

”Na época, surgiram dezenas de rumores de que ele havia sido envenenado, de que ninjas tinham o atacado. Não há provas, mas minha conclusão é que ele morreu de choque térmico. É uma morte comum entre jovens atletas”, explicou Polly.

Ainda alguns meses antes de sua morte, Lee retirou as glândulas sudoríparas de suas axilas, o que pode ter contribuído para o choque térmico, pois tornou-se mais difícil de dissipar o calor causado pelo tempo.