Henry Cavill, que ficou mundialmente conhecido por ser o Super-Homem, comentou para a Revista GQ Australia sobre o movimento #MeToo, lançado em Hollywood pelos recentes casos de assédio. Cavill admitiu que não sabe mais como flertar por conta de tudo que aconteceu, o que deixou fãs perturbados nas redes sociais.

Primeiro, o astro afirmou que teve a sorte de trabalhar com pessoas que nunca tiveram esse tipo de comportamento. Depois, questionado se reviu o seu modo de flertar depois que os casos vieram à tona, Cavill foi direto:

“Eu gosto de pensar que eu nunca fiz nada desse tipo”.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

No entanto, o que causou grande polêmica foram as falas seguintes de Cavill, que está no novo Missão Impossível. O ator contou que gosta de como tudo acontecia antigamente.

“Tem algo maravilhoso sobre o homem correr atrás da mulher. É uma abordagem tradicional, o que é legal. Eu acho que a mulher deve ser cortejada, mas talvez eu seja antiquado por pensar dessa maneira”, comentou.

Por causa da adolescência, Henry Cavill, o Super-Homem, revela ser inseguro com mulheres

Depois, Cavill confirmou que fica em dúvida se deve ou não flertar em certos lugares. Por conta da fala, fãs acusaram o ator de não saber a diferença entre um flerte e um assédio.

“É muito difícil fazer isso quanto há certas regras em algum lugar. Porque é algo como: ‘Bem, eu não quero ir lá e falar com ela porque vou ser chamado de estuprador ou algo do tipo’. Então, você fica, ‘Deixa isso pra lá'”, explicou o ator.

O ator de Super-Homem seguiu com as explicações, mas não o ajudaram em nada aos olhos do público. O famoso afirmou ainda que não flertar pode ser um jeito mais seguro de não ser atirado “no fogo do inferno”.

“Eu sou uma pessoa pública, se eu vou e flerto com alguém, quem sabe o que podem falar?”, ainda disparou o astro.

Henry Cavill está prestes a entrar em cartaz com Missão Impossível: Efeito Fallout, que tem direção de Christopher McQuarrie e é protagonizado por Tom Cruise. O longa estreia no próximo dia 27 de julho.

Deixe o seu comentário