Documentos da corte de Sidney foram divulgados e mostram o que aconteceu no caso de assédio envolvendo o ator Geoffrey Rush, ganhador do Oscar. O Page Six teve acesso a denúncia.

Geoffrey Rush teria tocado nos peitos e na parte inferior das costas da atriz australiana Eryn Jean Norvill, de 67 anos. O caso teria acontecido durante a produção da peça Rei Lear, de Shakespeare, três anos atrás.

A história foi revelada por conta de um processo do ator contra o Daily Telegraph. Ainda em dezembro de 2017, o veículo publicou que a Companhia de Teatro de Sidney tinha recebido queixas sobre o comportamento inapropriado do ator.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Advogado diz que Geoffrey Rush entrou “em depressão” após acusações de assédio

Por conta disso, a atriz Eryn Jean Norvill decidiu testemunhar a favor do jornal no processo. O julgamento está marcado para o próximo mês de outubro.

Geoffrey Rush, que venceu o Oscar em 1997 por Shine – Brilhante, apareceu mais recentemente na pele de Albert Einstein na primeira temporada da antologia Genius, recebendo indicações ao Emmy e ao Globo de Ouro pela performance.