Mesmo após ser acusado duas vezes de assédio sexual, Casey Affleck levou o Oscar de Melhor Ator para casa em 2017. Agora, com o surgimento do #MeToo, o ator pede desculpas por seu comportamento passado.

Affleck, que foi acusado de assediar duas funcionárias durante a produção de Ainda Estou Aqui, disse ao Associated Press que contribuiu para um “ambiente não profissional” e que se comportou de uma maneira não profissional.

Mesmo tendo recebido acusações de assédio, Michael Douglas diz que apoia o movimento #MeToo

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O ator ainda quer que sua produtora, a Sea Change Media, contribua para as mudanças necessárias na indústria. Depois disso, ele também expressou que devia ter aprendido a “calar a boca e escutar”.

Os processos contra Affleck, que datam de 2011, haviam sido liquidados e voltaram a ganhar a atenção da mídia diante da exibição de Manchester à Beira-Mar, drama pelo qual levou o Oscar.

Esse é mais um entre tantos casos de assédio que voltaram à tona em meio à popularidade do #MeToo.

LEAVE A REPLY