Em declaração divulgada (via PageSix) na última segunda-feira (27), Rose McGowan, uma das vozes mais ativas do movimento #MeToo, revelou que temeu pelo movimento após Asia Argento, também vítima de Harvey Weinstein, ser acusada de conduta sexual inapropriada.

Na declaração, McGowan, que se tornou amiga de Argento desde que ambas acusaram Weinstein de assédio e estupro, disse que Rain Dove, namorado de McGowan, a disse que Argento revelou, através de mensagens de texto, que ela teve relações sexuais com Jimmy Bennett quando ele tinha apenas 17 anos.

McGowan revelou que encorajou Dove a entregar as mensagens para a polícia, e escreveu, “o que foi difícil foi o choque da realização de que tudo que o movimento MeToo alcançou estava prestes a entrar em risco”.


Asia Argento é demitida do X Factor Itália depois de acusações de abuso sexual

Além disso, McGowan pediu a Argento, na declaração, que ela fosse honesta sobre seu suposto comportamento, escrevendo, “Asia, você era minha amiga… faça a coisa certa. Seja honesta. Seja justa. Deixe a justiça seguir seu caminho. Seja a pessoa que você queria que Harvey fosse”.

O escândalo envolvendo Asia Argento começou quando o New York Times reportou que Argento pagou Bennett US$ 380 mil para manter o silêncio sobre supostamente ter o assediado em hotel na Califórnia, quando ele tinha apenas 17 anos.

Argento negou todas as acusações contra ela.