Tom Cruise voltou a chamar atenção por conta da sua ligação com a Cientologia, polêmica religião. Dessa vez, Leah Remini, conhecida por Rei do Bairro, fez acusações contra o ator.

Ao jornal The Daily Beast, a atriz afirmou que membros da Igreja são punidos pelo astro de Hollywood e sofrem abuso nas mãos dos líderes da religião.

“Os cientologistas são informados de que Tom Cruise está salvando o mundo sozinho, então ele é considerado uma divindade dentro da Cientologia. Ele é o segundo após David Miscavige (líder da Igreja) – o salvador do mundo. Tom é chamado de ‘Senhor Cruise’ pelos funcionários”, primeiro apontou a famosa.


Leah Remini participou da religião até 2013. Depois, voltou-se contra a Cientologia, escrevendo o livro Troublemaker: Surviving Hollywood and Scientology (Causadora de problemas: Sobrevivendo à Hollywood e à Cientologia) e ganhadora do Emmy pela série documental Leah Remini: Scientology and the Aftermath (Leah Remini: Cientologia e as Consequências).

Missão Impossível: Efeito Fallout | Atriz revela ter achado que Tom Cruise morreu durante as gravações

“A Cientologia faz um grande esforço para não permitir que Tom veja algo depreciativo sobre a Cientologia. Eles vão longe, tipo, se ele for andar em um determinado lugar, eles vão se certificar de que não há revistas que sejam anti-Cientologia, porque ele não pode ver isso”, afirmou a atriz.

Além disso, Leah Remini garante que o líder da Igreja usa com frequência o nome de Tom Cruise para ameaçar outros membros.

“Ele é o melhor amigo de David Miscavige, então ele está a par das punições que David Miscavige distribuiu, e um executivo sênior da Cientologia disse que David Miscavige ameaçava constantemente a equipe da Gold Base (nome da sede da religião) em levar Tom Cruise até a Gold Base para chutar suas bundas”, revelou a famosa.

A Cientologia ou Tom Cruise ainda não responderam às acusações.