Diversos figurões de Hollywood fazem parte da Igreja da Cientologia, seita que ganhou fama mundial nos anos 2000 após seus sucesso entre celebridades. Entre os envolvidos com a inusitada religião, Tom Cruise, John Travolta, Elisabeth Moss, e, de acordo com o livro Troublemaker: Surviving Hollywood and Scientology, publicado por Leah Remini em 2015, o casal Will Smith e Jada Pinkett-Smith.

Tom Cruise vai contra determinação da Cientologia e retoma contato com suas filhas

Jada fez questão de dar uma entrevista para a autora do livro, e produtora de uma série documental sobre o culto, sobre seu suposto envolvimento na religião. Logo no início da conversa, a atriz negou os rumores e afirmou não estar chateada com Remini pela publicação do livro.


“As pessoas estão sofrendo, e muito. Quando eu olho para a Leah, vejo que o que ela presenciou na Igreja da Cientologia, machucou, machucou muito, e pessoas machucadas machucam as outras. E ela usou a sua dor para atacar a mim e Will”, afirmou Jada, referindo-se ao período em que Leah Remini ainda fazia parte da seita.

Jada, no entanto, afirmou já ter visitado o Centro da Cientologia, templo fundado nos anos 80 na Califórnia, um dos locais mais importantes para os seguidores de Xenu.

“Eu sempre pensei o seguinte: Eu estou aqui no Centro da Cientologia para aprender o que eu quero aprender, porém não tenho e nunca tive interesse nenhum em me tornar uma Cientologista”, explicou a atriz.