Mahershala Ali, protagonista do filme Green Book, no qual contracena com Viggo Mortensen, aceitou o pedido de desculpas do ator, após este usar uma expressão racista em uma entrevista sobre o projeto.

Viggo Mortensen pede desculpa após usar termo racista em entrevista do filme Green Book

“Não importa o quão bem intencionada ou intelectual a conversa pode ter sido, não foi apropriado para Viggo dizer a palavra com N. Ele deixou claro que entende isso, e se desculpou profundamente logo após a entrevista com Elvis Mitchell. Sabendo que sua intenção era expressar que a palavra com N vem sendo excluída dos vocabulários, sua atitude não o desqualifica como um racista, ou pessoa que tem pensamentos retrógrados e preconceituosos. Eu aceito e abraço seu pedido de desculpas”, afirmou o ator em nota para o The Hollywood Reporter.


Em nota ao The Hollywood Reporter, Viggo Mortensen também garantiu que não queria causar constrangimentos. A intenção do ator era a de mostrar que o racismo está sendo combatido.

Green Book é dirigido por Peter Farrelly e traz Viggo Mortensen (O Senhor dos Anéis) e Mahershala Ali (Moonlight) como protagonistas.

Ali interpreta o pianista Don Shirley, enquanto que Mortensen vive Tony Vallelonga, que é contratado pelo pianista para protegê-lo em uma jornada até um concerto no Sul do país.

Ainda não há previsão de estreia para Green Book no Brasil.