Envoltas em mistério e teorias de conspiração por mais de 20 anos, as mortes dos rappers Tupac e Notorious B.I.G. parecem estar sendo finalmente esclarecidas. De acordo com o ator Tom Sizemore, um poderoso e influente empresário do hip-hop estava por trás dos assassinatos dos icônicos artistas.

Filho de Suge Knight garante que Tupac está vivo e morando na Malásia

O jornal inglês The Sun teve acesso à transcrição do depoimento de Sizemore para o FBI, no qual o ator afirma que Suge Knight, lendário empresário do campo musical, foi o mandante dos assassinatos.


Sizemore afirmou ter ficado sabendo da verdade por trás das mortes por meio de um membro de uma gangue chamada 8-Ball.

O depoimento foi dado ao FBI em 2004, e Sizemore inclusive havia aceitado a proposta de usar um microfone escondido para obter confissões que ajudassem as autoridades a desvendar o crime.

Tupac Shakur foi morto à tiros em Las Vegas em 1996, enquanto Notorious B.I.G. morreu de maneira semelhante em Los Angeles cerca de um ano depois. Os rappers cultivavam uma grande rivalidade, mas haviam começado suas carreiras como amigos.

O empresário Suge Knight, fundador da gravadora Death Row Records, na qual os dois rappers trabalhavam, atualmente cumpre pena de 28 anos por envolvimento em uma perseguição automobilística que resultou na morte de uma pessoa em janeiro de 2015.

Ao longo dos anos, Knight já havia sido apontado diversas vezes como o possível responsável pelos crimes.