Há três anos, a ex-estrela da Disney, Bella Thorne, se assumia bissexual nas redes sociais. De imediato, a atriz recebeu carinho e apoio de fãs e colegas.

Agora, para o portal Gay Times, a atriz contou que alguns setores da indústria do entretenimento não viram da mesma maneira o fato. Bella Thorne chegou a ser dispensada de trabalhos após se assumir bissexual.

“Há alguns lugares que viram isso de forma negativa. Teve alguém, logo depois que eu me assumi, que cancelou uma audição. Não é como se alguém falará para você, ‘Você é gay, então não vou te contratar’. Mas, você percebe pelo jeito que as pessoas agem ao seu redor, o jeito que te tratam com diferença, a maneira como te olham e conversam sobre alguns assuntos porque estão pisando sobre ovos. Na indústria, o comportamento deixa tudo óbvio”, declarou a famosa.


A atriz também comentou que a sociedade tem dificuldade em entender o bissexualismo.

Girl | Bella Thorne vai se vingar de pai abusador em novo filme de suspense

“Parece que ninguém entende mesmo. Nesse mundo, ou você é gay ou você é hétero, não existe um meio-termo. Se você f*deu um cara uma vez, você tem que ser gay. Como, o que? Não!”, explicou Bella Thorne.

No momento, a atriz está escalada para protagonizar o suspense Girl. Nele, Bella Thorne interpreta uma jovem que retorna para sua cidade natal na intenção de matar seu pai abusivo, apenas para descobrir que outra pessoa o matou antes. Ao procurar por respostas, a jovem descobre um legado familiar mais perigoso do que o imaginado.

Girl ainda não tem data de estreia.