Com a data de seu julgamento cada vez mais próxima, Harvey Weinstein tenta de tudo para se livrar da cadeia. O ex-produtor contratou uma firma de advogados que representou Rose McGowan, uma de suas primeiras acusadoras.

Juiz rejeita acusação de atriz contra Harvey Weinstein por assédio sexual

O site da revista Variety noticiou que o infame Weinstein contratou Jose Baez e Ronald Sullivan, da firma Baez, de Miami.


Baez tem muita experiência em processos envolvendo celebridades. Foi ele quem representou McGowan em um caso envolvendo posse de cocaína no último ano.

“O Sr. Weinstein defende veementemente sua inocência, e nós estamos ansiosos para ajudá-lo em sua defesa”, afirmou um representante da firma.

Harvey Weinstein está sendo acusado por mais de 60 mulheres por diversos crimes sexuais. Com o risco de ser condenado à prisão perpétua, o ex-produtor pretende usar todas as armas a seu alcance para lutar pela absolvição ou por uma pena mais leniente.

Caso não haja mais nenhum adiamento, o processo contra Harvey Weinstein será julgado no dia 6 de maio.