A atriz Selma Blair, conhecida por suas performances em filmes como Hellboy, Legalmente Loira e Segundas Intenções, abriu o jogo para seus fãs sobre sua vida com esclerose múltipla em um postagem emocionante compartilhada em seu Instagram.

Selma Blair está “em luto” por conta de diagnóstico de esclerose múltipla

“Essa é a verdade sobre uma doença neurodegenerativa. É desconfortável. As vezes, é um estado de ansiedade incontrolável. Sair, ser sociável é muito difícil. Meu cérebro está em chamas. Eu estou congelando, Nos sentimos sozinhos mesmo que existam pessoas que nos amem e apoiem. As pessoas me perguntam com consigo lidar com isso, eu só faço o meu melhor. Mas eu engasgo com a dor do que eu perdi e do que eu temo desejar”, desabafou a atriz.


Selma Blair revelou seu diagnóstico de esclerose múltipla em outubro do ano passado.

“Meus sorrisos são genuínos. A vida é uma aventura com muitas camadas de entendimento. Eu não consigo dormir á noite e custo a ficar acordada de dia. Sou uma mulher adulta dormindo abraçada com um ursinho de pelúcia”, afirma a atriz, procurando encontrar esperança em cada passo do tratamento. Confira a postagem abaixo

A esclerose múltipla é um doença neurológica crônica e autoimune, na qual as células de defesa do corpo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões cerebrais e medulares.

Embora venha sido estudada há muito tempo, a causa da doença ainda é desconhecida. A esclerose múltipla ataca geralmente os jovens, especialmente mulheres de 20 a 40 anos. A doença pode se manifestar por diversos sintomas, como fadiga intensa, depressão, fraqueza muscular, alteração do equilíbrio da coordenação motora, dores articulares e disfunção intestinal e da bexiga.

A Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) estima que atualmente 35 mil brasileiros tenham esclerose múltipla. A doença não tem cura.

O trabalho mais recente de Selma Blair no cinema foi no terror-comédia Mom and Dad, o qual protagonizou junto de Nicolas Cage.

Visualizza questo post su Instagram

There is a truth with neurogedenerative brain disease. It is uncomfortable. It is a stadium of uncontrollable anxiety at times. Going out, being sociable holds a heavy price. My brain is on fire. I am freezing. We feel alone with it even though the loving support has been a god send and appreciated. People write me asking how I do it. I do my best. But I choke with the pain of what I have lost and what I dare hope for. and how challenging it is to walk around . But my smiles are genuine. This is ok. Life is an adventure with many shards of awakening. I can’t sleep at night but daytime I have trouble staying awake . I am a grown woman holding onto a bear that belonged to a sister type of mine. ( thank you @k.d.w.r ) we do what we can. I have a full week ahead with mothering and appointments and things to look forward to. But like many of us, I am praying. Soaking in love where I can. It’s not easy. That’s ok. I send love to you. And by the way, this #eileenfisher sweater is my go to cozy tonight in this hotel room. Thank you. And @lorrigoddard_ I can’t thank you enough for the morale boost of blonde. And to my love @mrchrismcmillan 🖤 #humancondition #strengthinvulnerablity #MS #stillanactress #always #willmakeitwork #heartwideopen ❤️ #thisisforallofus. #littlethings

Un post condiviso da Selma Blair (@selmablair) in data: