George Clooney saiu em defesa da Duquesa de Sussex, Meghan Markle, durante divulgação da minissérie Catch-22. O depoimento surgiu após a imprensa vazar carta que a esposa do Príncipe William escreveu para o seu pai, Thomas, pedindo para que o homem se comportasse melhor.

Conforme publicou a Who Magazine, George Clooney pediu para que a imprensa pare de perseguir a duquesa. Além disso, comparou a situação de Meghan Markle com a da Princesa Diana.

“Eu quero dizer, há Meghan Markle por todos os lugares, ela tem sido perseguida e difamada. Ela é uma mulher que está grávida de sete meses e tem sido perseguida e difamada, da mesma maneira que Diana foi, é a história se repetindo”, afirmou o astro.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Catch-22 | George Clooney é um soldado na Segunda Guerra Mundial no primeiro teaser da série

George Clooney, que esteve no casamento real de 2018, afirma que toda situação é “frustrante”. O ator também compartilha uma amizade com a família real britânica.

“Vocês sabem como termina. É frustante, ver uma carta de uma filha para um pai sendo exibida, ela está tendo um assunto difícil e acho que é irresponsável isso, estou surpreso”, declarou o ator.

Fontes também dizem que Amal Clooney se tornou uma amiga próxima de Meghan Markle. A advogada dos direitos humanos estaria ajudando a duquesa a se adaptar a Londres.